Quinze pessoas da mesma igreja são atropeladas ao saírem do culto em SP

O pastor Washington Pirola e um menino de três anos são as duas vítimas que ficaram em estado grave

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Segunda-feira, 10 Novembro de 2014 as 3:47

Acidente_irmãoNa noite deste domingo, 9 de novembro, 15 pessoas foram atropeladas por um carro na Vila Medeiros, Zona Norte de SP. As vítimas voltavam de um culto evangélico.

O atropelamento foi por volta das 21h20 e o motorista fugiu a pé sem prestar socorro às vítimas. A polícia ainda investiga se o atropelamento foi proposital ou acidental.

O proprietário do Fiat Marea foi encontrado, mas não se sabe se era ele o condutor do veículo no momento do acidente.

Maconha e cocaína foram encontradas no carro, além de um copo de uma marca de cerveja, no chão, na frente do banco dianteiro do passageiro. Porém, não há confirmação se os passageiros e o motorista bebiam no momento do acidente.

Entre as vítimas, estão sete crianças. Duas das vítimas atingidas estavam em estado grave até o início da manhã de hoje.

Um das vítimas graves é Washington Pirola, pastor da igreja Visão de Águia. Ele está internado na Santa Casa, no Centro de São Paulo, com traumatismo craniano. A mulher e a filha dele também foram atingidas.

A outra vítima grave é um menino de 3 anos que recebe atendimento no Hospital das Clínicas. A mãe e as duas irmãs dele, de 6 e 7 anos, também ficaram machucadas. O pai do garoto se desesperou ao ver o filho mais novo ferido. As outras vítimas foram levadas para os hospitais Nipo Brasileiro, Vereador José Storopollia (Vermelhinho) e Mandaqui.

Nelson Alexandre Martins, do ABC, veio para a zona norte assim que soube do acidente que envolveu o irmão, a cunhada e os três sobrinhos.

“Meu irmão falou que saiu da igreja e estava colocando as crianças dentro do carro na hora que gritaram. Ele olhou para trás e viu meus sobrinhos na lateral do carro, o carro entrou e jogou as crianças longe”, relatou.

“Terminou o culto e ele veio com esse carro em alta velocidade, perdeu o controle e passou em cima da gente. Deu só para pegar as crianças menores que estavam no chão, o meu irmão estava inconsciente, minha cunhada também. Eles [ocupantes do carro] fugiram”, disse o mecânico Alan Kardec (foto), irmão do pastor atingido.


com informações do G1

 

 

veja também