Rabino pede permissão de porte de armas para judeus à União Europeia

"Se o governo não faz nada, então não há futuro a longo prazo para os judeus de lá", disse rabino.

fonte: Guiame, com informações de The Washington Free Beacon

Atualizado: Sexta-feira, 16 Janeiro de 2015 as 9:02

Associação Europeia Judaica (AEJ) está solicitando que a União Europeia permita que judeus portem armas para a proteção pessoal.

A AEJ, que representa as comunidades judaicas em toda a Europa, afirmou que as leis de porte de arma devem ser alteradas após a série de ataques que tem ocorrido contra judeus na França e em outros países europeus, onde o anti-semitismo vem crescendo em um ritmo alarmante. 

“Os ataques recentes, incluindo as quatro vítimas do mercado Kosher, aponta para a necessidade urgente de parar de falar e começar a agir, de forma que os judeus da Europa estejam capacitados”, de acordo com uma carta enviada pelo Rabino Menachem Margolin, diretor da EAJ, enviada terça-feira (13) para os líderes da União Europeia (UE).

De acordo com Margolin, a UE, que promulgou leis rigorosas de controle de armas, deve capacitar e treinar os judeus para serem proficientes com armas, a fim de manterem sua segurança.

“Houve um aumento dramático do anti-semitismo na Europa", disse Margolin. "Há algum tempo vimos exigindo dos governos europeus que tomem medidas, e não é de surpreender o que aconteceu em Paris".

O Rabino disse que está atualmente em negociações com os líderes da UE para abrir exceções nas restrições de armas. "Algumas pessoas tem medo que a situação fique descontrolada", disse ele.

O Rabino Abraham Cooper, diretor do Centro Simon Wiesenthal, disse que enquanto as armas podem ajudar os judeus individualmente, apenas as autoridades podem protegê-los contra um ataque em massa, como as realizadas na França.

"Só a inteligência da polícia pode proteger os judeus da França contra o terrorismo", disse Cooper. "Se o governo não faz nada, então não há futuro a longo prazo para os judeus de lá."

"Enquanto isso, as medidas adicionais para treinar e defender os judeus de ataques são adequadas, necessárias, e prudente", disse Cooper. "Eu oro para que todos esses passos ajudem".

veja também