Radicais hindus disfarçados de cristãos atacam pastor e sua esposa grávida

Arun Pannalal, presidente da Chhattisgarh Christian, afirmou que os dois homens estavam armados com uma faca, martelo e espada.

fonte: Guiame, com informações do Christian Post

Atualizado: Quarta-feira, 20 Abril de 2016 as 11:41

Mesmo com uma minoria distinta na Índia, a população cristã do país tem aumentado. (Foto: Reuters).
Mesmo com uma minoria distinta na Índia, a população cristã do país tem aumentado. (Foto: Reuters).

Radicais hindus atacaram e bateram em um pastor e sua esposa grávida em uma igreja em Chhattisgarh, na Índia. Logo após o ataque, eles colocaram fogo em bíblias e em outros artigos no interior da igreja. Foi informado que os homens tinham inicialmente se identificado como membros de uma outra denominação cristã, e foram autorizados no interior da igreja devido ao seu desejo de orar na noite de domingo.

Ainda de acordo com as informações, eles vieram, no entanto, para bater no pastor e em sua esposa e logo após o ataque derramaram líquido inflamável sobre a Bíblia e outros materiais religiosos.

Arun Pannalal, presidente da Chhattisgarh Christian, afirmou que os dois homens estavam armados com uma faca, martelo e espada. Eles são membros de uma organização radical hindu. "Este foi o terceiro ataque contra as instalações religiosas da comunidade cristã na região. Foi realizado pelos capangas de dal Bajrang. A polícia está tentando encobrir esses ataques”, disse Pannalal.

O pastor, identificado como Deenbandhu Sameli, conseguiu escapar com sua esposa, Meena, embora os agressores tivessem derramado gasolina sobre eles e tentou colocar fogo neles. Um funcionário da prefeitura de Bastar insistiu que os culpados serão encontrados e presos.

"De acordo com a queixa por escrito do Pastor Deenbandhu Sameli, foi apresentado a este respeito uma queixa. O patrulhamento contínuo está sendo feito na região para prender os agressores. Temos certeza de que os culpados serão presos em breve", disse Bastar.

Aumento de Cristãos

Dash também declarou também que a polícia chegou imediatamente ao local após o ataque. "Depois de obter informações sobre o incidente, imediatamente a polícia correu para o local e implantou um policial para a segurança durante toda a noite", acrescentou.

Mesmo com uma minoria distinta na Índia, a população cristã do país tem aumentado, o que fez com que aumentasse também os ataques de elementos radicais da maioria hindu. Houve vários ataques a cristãos neste ano, incluindo uma surra em massa no início de março novamente no estado de Chhattisgarh, quando um grupo de extremistas atacou 60 cristãos que estavam adorando em uma igreja pentecostal.

Testemunhas do ataque afirmaram que os radicais também bateram em mulheres cristãs e destruíram várias propriedades da igreja, incluindo Bíblias. Como em uma série de outros casos de ataques, os radicais hindus afirmaram que os cristãos têm sido tentados a se converter a religião do Hinduísmo.

veja também