Salvação significa que fracasso humano não precisa ser definitivo

"Este meu filho estava morto mas voltou à vida"

fonte: Guiame, Reinhard Bonnke

Atualizado: Terça-feira, 5 Maio de 2015 as 5:05

Decepção _ imagem ilustrativa
Decepção _ imagem ilustrativa

Fracasso deu ao filho pródigo a chance de ser um filho verdadeiro. “Este meu filho estava morto mas voltou à vida.”

Aquele Pai havia perdido seu filho muito antes de ele sair de casa. Como filho ele estava morto – mesmo enquanto sentava-se à mesa e comia da provisão de seu pai.

Mas depois de despedaçar-se e rastejar-se de volta à casa em ruínas, ele tornou-se um filho vivo. Foi então, e não antes disso, que ele recebeu os símbolos de sua filiação.

Antes, quando morava em casa, ele não recebera anel algum, nem a melhor roupa, nenhuma festa ou celebração e alegria.

O pai não podia se alegrar no tipo de filho que tinha antes – arrogante e auto-suficiente que menosprezava seu “velho” como um pai antiquado. Mas quando voltou para casa e viu como era o amor de seu pai, ele aprendeu a ser um filho (Lucas 15).

Salvação significa que fracasso humano não precisa ser definitivo.

 

veja também