"Satanás é real e vai à Igreja todo domingo", diz pastor John Hagge

Hagee fez as declarações durante uma entrevista com James e Betty Robison em seu programa "Life Today", que foi publicado on-line, na última segunda-feira (5).

fonte: Guiame, com informações do Christian Post

Atualizado: Quarta-feira, 7 Outubro de 2015 as 5:28

John Hagee é pastor, escritor e lidera a igreja Cornerstone, em San Antonio (Texas / EUA).
John Hagee é pastor, escritor e lidera a igreja Cornerstone, em San Antonio (Texas / EUA).

Embora a Bíblia retrate Jesus sendo tentado por Satanás, ainda há cristãos que duvidam da existência da figura diabólica. No entanto, o conhecido pastor e escritor norte-americano, John Hagee alertou foi de fato "um diabo muito real que tentou Jesus no deserto".

"Foi um demônio muito real que entrou no jardim do Éden para seduzir Adão e Eva. Também foi um demônio muito real que tentou Jesus no deserto. Ele ainda está em atividade. Ele vai à igreja todos os domingos. E se você não souber reconhecê-lo e tomar autoridade sobre ele, o inimigo vai destruir a sua vida, seu casamento, seus filhos, sua igreja, suas esperanças, seus sonhos", disse o pastor da Cornerstone Church, durante um debate televisivo sobre o seu mais recente livro.

Hagee fez as declarações durante uma entrevista com James e Betty Robison em seu programa "Life Today", que foi publicado on-line, na última segunda-feira (5).

Falando sobre o seu livro "Os Três Céus: Anjos, Demônios e o que Vem Pela Frente", o autor explicou que a obra expõe "táticas diabólicas de Satanás no Segundo Céu e como elas afetam cada um de nós". No livro, Hagee usa a Bíblia, "a ciência e incríveis histórias verdadeiras do sobrenatural" para dar base às suas declarações de que o Céu é real e existe em três níveis.

Mas Hagee disse a Robison, durante sua entrevista, que embora ele acredite que Satanás seja muito real e ainda ativo entre os seres humanos de hoje, ele também acredita que os cristãos têm a defesa final contra os ataques do maligno.

O pastor disse que os crentes têm "a autoridade absoluta... sobre os poderes e principados das trevas". Ele também insistiu que há "segurança absoluta" para os cristãos, "quando eles estão na atribuição divina de Deus", que os torna "praticamente indestrutíveis".

"Os poderes do inferno não podem tocá-lo; os anjos de Deus estão a defender você", disse Hagee.


Pesquisas
Embora uma pesquisa feita pelo instituto 'Barna Group' revelou em 2009 que 40% dos cristãos americanos concordaram que Satanás "não é um ser vivo, mas é um símbolo do mal", mais 19% dizendo que concordavam em partes com essa afirmação, uma pesquisa de 2013 do grupo 'YouGov' descobriu que a maioria dos auto-identificados crentes nascidos de novo acreditavam literalmente na existência do diabo.

No geral, 57% dos entrevistados disseram "sim" à pergunta: "Você pessoalmente acredita na existência do diabo ou não?"

Quando os resultados da pesquisa são discriminados, no entanto, certos segmentos da população acreditam na existência do demônio e levam isto muito a sério.

Por exemplo, 86% daqueles que disseram que nasceram de novo responderam "sim" à mesma pergunta, com 72% dos entrevistados negros e 65% dos republicanos.


Possessão

Em sua entrevista na "Life Today", Hagee também comentou sobre possessão demoníaca, e insistiu que a leitura de livros de ocultismo, o ato de ver "filmes ocultistas" e jogos com tábuas como o 'Ouija' podem expor as pessoas a possessão demoníaca.

"Você está convidando espíritos demoníacos para infectá-lo e levá-lo de novo. E acreditem, eles podem fazê-lo em tempo recorde", disse Hagee. Ele passou a relacionar o caso de uma jovem de 18 anos que alegadamente manifestou evidências de possessão demoníaca durante um culto na igreja depois de assistir ao filme "O Exorcista".

"Agora não é uma coisa inocente, quando você entra no reino das trevas. O poder demoníaco pode levá-lo e a única coisa que vai tirá-lo de lá é a autoridade do nome de Jesus e o sangue vertido na cruz", acrescentou Hagee.

veja também