"Se você não suporta a perseguição, não pode ser discípulo de Jesus", diz pastor

Greg Laurie lembrou que quando uma pessoa se converte ao Evangelho, o mundo vai conspirar contra sua caminhada cristã, mas encorajou as pessoas se firmarem em Cristo.

fonte: Guiame, com informações do Christian Post

Atualizado: Terça-feira, 25 Abril de 2017 as 9:10

Pastor Greg Laurie. (Imagem: Youtube)
Pastor Greg Laurie. (Imagem: Youtube)

Como parte de uma série de mensagens intitulada "A Parábola do Crescimento Espiritual", o Pastor Greg Laurie da Igreja Harvest Fellowship falou sobre diferentes tipos de ouvintes da Palavra de Deus, para ajudar os cristãos a trilharem seu caminho para o crescimento espiritual.

A primeira mensagem "O que todo cristão em crescimento precisa saber", foi baseada em Lucas 8, que expõe a conhecida "Parábola do Semeador".

A parábola nos diz por que alguns cristãos buscam realmente a Deus, enquanto outros não, explicou o pastor, e leu os versos do evangelho segundo Marcos, capítulos 1-8, que dizem:

"Reuniu-se ao seu redor uma multidão tão grande que ele teve que entrar num barco e assentar-se nele. O barco estava no mar, enquanto todo o povo ficava na beira da praia. Ele lhes ensinava muitas coisas por parábolas, dizendo em seu ensino: 'Ouçam! O semeador saiu a semear. Enquanto lançava a semente, parte dela caiu à beira do caminho, e as aves vieram e a comeram. Parte dela caiu em terreno pedregoso, onde não havia muita terra; e logo brotou, porque a terra não era profunda. Mas quando saiu o sol, as plantas se queimaram e secaram, porque não tinham raiz. Outra parte caiu entre espinhos, que cresceram e sufocaram as plantas, de forma que ela não deu fruto. Outra ainda caiu em boa terra, germinou, cresceu e deu boa colheita, a trinta, sessenta e até cem por um".

Interpretando a passagem que tinha acabado de ler, pastor Greg destacou que o trecho explica como a Palavra de Deus pode ser recebida pelo coração humano.

"Este é o significado da parábola: A semente é a Palavra de Deus. Aqueles ao longo do caminho são os que ouvem, e então o diabo vem e tira a Palavra de seus corações, para que eles não consigam crer e serem salvos. Aqueles que estão no terreno rochoso são os que recebem a Palavra com alegria quando a ouvem, mas não criam raízes... até acambam crendo por um tempo, mas quando passam por provações, eles caem", disse.

"A semente que caiu entre os espinhos representa aqueles que ouvem, mas à medida que vão em seu caminho, são sufocados pelas preocupações da vida, riquezas e prazeres... por isso não amadurecem. Mas a semente que cai em bom solo representa aqueles com um coração nobre e bom, que ouvem a Palavra e, perseverando, produzem uma boa colheita", continuou.

O pastor então explicou que o exercício de semeadura foi diferente durante os dias bíblicos. Os agricultores lançavam sementes de forma indiscriminada ao vento.

"É assim que fazemos evangelismo, tanto individualmente, quanto o evangelismo em massa", disse ele. "Então, quando publicamos as nossas mensagens na Internet, na televisão ou no rádio, é como jogar a semente ao vento. Não sabemos onde ela vai parar".

Aplicando a parábola ao contexto atual, Laurie lembrou que há ouvintes / espectadores dessas mensagens que podem ser chamados de "ouvintes da estrada".

"Satanás está pronto para atacar quando alguém se entrega a Cristo", disse o pastor. "Assim como os pássaros que passam rapidamente para comer a semente. Não importa o que você diga a esses ouvintes, não importa o quanto você os encoraje, eles não aceitam um convite para ouvir a Palavra de Deus, explicou o pastor".

O pastor então lembrou daqueles que aceitariam prontamente um convite para ir a uma cruzada evangelística ou culto na igreja e até mesmo atendem ao apelo para entregarem suas vidas a Cristo, mas acabam desistindo da caminhada cristã em algum momento.

"Eles estão animados, carregam grandes Bíblias, começam a citar as escrituras, eles cantam mais alto que os outros, eles falam a todos sobre sua fé recém-descoberta, mas de repente você não os vê mais na igreja. São as sementes semeadas em um solo rochoso", Laurie apontou.

"[Quando se desviarem], eles irão então dizer aos outros que foram até foram a um lugar de 'fanáticos por Jesus' e que simplesmente aquilo 'não funcionou' para eles. Mas a realidade é que eles não fizeram a sua parte", acrescentou o pastor lembrando que este perfil de pessoa desiste da caminhada cristã ao menor sinal de adversidade. "Se você não quer ser perseguido por causa de sua fé, não pode ser discípulo de Jesus".

O pastor citou a passagem de Mateus 5:11 para lembrar as palavras de Jesus sobre aqueles que sofrem perseguição por causa de sua fé: "Bem-aventurados sois quando as pessoas vos insultam, perseguem-vos e falsamente dizem toda sorte de mal contra vós por causa de mim".

"Se você é um crente, então essas dificuldades não enfraquecerão sua fé, elas a fortalecerão", lembrou o pastor.

"Às vezes construímos nossos alicerces sobre uma pessoa e quando essa pessoa cai, nós caímos com ela. Se construímos nosso alicerce em uma igreja, quando vemos um pouco de hipocrisia e inconsistência nela, nos afastamos. Coloque seu fundamento em Cristo", concluiu.

veja também