Segue em estado gravíssimo o jovem que foi baleado ao evangelizar na rua

Felipe estaria liderando uma célula de evangelização com cerca de 50 jovens no bairro Planalto Ayrton Senna.

fonte: Guiame, com informações da TV Diário

Atualizado: Quinta-feira, 18 Fevereiro de 2016 as 11:01

Reprodução
Reprodução

Um jovem que estava evangelizando na rua foi baleado na perna, braço e cabeça dentro de uma oficina no bairro Planalto Ayrton Senna. Felipe de Sá Bandeira, de 25 anos ainda permanece em estado gravíssimo no Instituto Dr. José Frota (IJF) em Fortaleza (CE).

De acordo com Fabiana Bandeira, irmã da vítima, os atiradores buscavam pelo jovem que Felipe evangelizava. “Ele tinha um trabalho com jovens, no qual ele tirava do crime e levava para a igreja. Ele estava evangelizando um rapaz, chegaram uns homens para atentar contra a vida desse rapaz e balearam ele também", contou.

Já a senhora Raimunda de Sá, mãe do rapaz, ressalta com emoção que apenas a fé para salvar seu filho. "Eu me seguro no Senhor. É só Ele mesmo", comentou chorando.

Felipe recebeu a visitar de dezenas de amigos e familiares no IJF. Os visitantes realizaram orações pelo rapaz e se mostraram indignados com acusações contra Felipe. Era de desconfiança dos atiradores que o evangelista estivesse envolvido com o crime pelo fato de estar próximo a jovens delitos.

Eberton Holanda, professor de Educação Física e amigo da vítima, comentou que Felipe é um “homem de Deus” em entrevista para a TV Diário. "A gente, que conhece ele, fica triste. A gente sabe que ele é um homem de Deus. Nós sabemos que isso é mentira", declarou.

De acordo com os amigos, Felipe desenvolve há muitos anos um trabalho de resgate de crianças e adolescentes envolvidos com drogas e violência. De acordo com uma matéria, ele estaria liderando uma célula de evangelização com cerca de 50 jovens no bairro Planalto Ayrton Senna.

Confira a reportagem

veja também