“Só a igreja pode abrir a porta para Jesus no Brasil”, diz pastor na conferência ‘O Som da Noiva’

A Conferência de Intercessão e Adoração "O Som da Noiva" trouxe renovo e despertamento a seus participantes.

fonte: Guiame, Luana Novaes

Atualizado: Segunda-feira, 23 Maio de 2016 as 12:55

De acordo com o pastor Bruno Lion, o projeto nasceu com um direcionamento de Deus. (Foto: Guiame/ Marcos Paulo Corrêa)
De acordo com o pastor Bruno Lion, o projeto nasceu com um direcionamento de Deus. (Foto: Guiame/ Marcos Paulo Corrêa)

Em sua primeira edição, a Conferência de Intercessão e Adoração "O Som da Noiva" trouxe renovo e despertamento para os participantes que se reuniram na Igreja Central, em São Paulo, nos dias 20 e 21 de maio.

De acordo com o idealizador do evento, pastor Bruno Lion, o projeto nasceu com um direcionamento de Deus. “A gente está em um país onde muitos buscam fazer shows, mas não buscam aquilo que é mais importante, que é a presença de Deus. As pessoas estão sofrendo por causa disso, porque estão buscando outras coisas além da presença”, disse ele em entrevista ao Guiame.

“Mas a gente sabe que quem é amigo de Deus, que é o caso de pessoas intercessoras e que adoram, simplesmente atrai aquilo que existe no céu para a terra”, acrescentou Bruno. “A noiva precisa saber que o som dela é muito reconhecido no céu e na terra também.”

O evento se iniciou com um intenso período de oração, conduzido por Bruno. “Somente a noiva pode abrir a porta para o noivo na nossa nação”, enfatizou o pastor. O momento de louvor e a ministração da palavra foram dirigidos pelo pastor Massao Suguihara, líder do grupo Adoração & Adoradores.


O louvor e a palavra foram dirigidos pelo pastor Massao Suguihara. (Foto: Guiame/ Marcos Paulo Corrêa)

Massao levou os participantes do evento a terem uma compreensão mais profunda sobre o que significa vestir a armadura de Deus, descrita em Efésios 6:11-17. Segundo o pastor, não basta apenas declarar este trecho bíblico em oração, mas vivenciar a palavra na prática.

“A gente quer fazer batalha espiritual com mentiras na nossa vida. Nós somos ignorantes de batalha espiritual. Nós jejuamos e oramos, mas também gritamos com os outros”, avaliou o pastor.

“O Diabo só entra em nossa vida de três formas: por traumas e feridas, pecado ou ocultismo. Os traumas e feridas são tratados com a liberação de perdão, o pecado com o arrependimento e o ocultismo, com a renúncia”, acrescentou Massao.

O louvor e a palavra foram dirigidos pelo pastor Massao Suguihara. (Foto: Guiame/ Marcos Paulo Corrêa)

Massao também pontuou a pornografia como um dos maiores problemas da sociedade e da igreja — e aproveitou para compartilhar o seu testemunho de superação. “Se eu tive coragem de pecar, tive que ter coragem para confessar”, disse ele.

“Hoje estou aqui e posso dizer, para a glória de Deus, que não tenho nenhum pecado escondido. Nós precisamos trazer o pecado a luz, e precisamos confessar uns aos outros para que sejamos curados”, afirmou Massao.

Para o pastor Isac Filho, líder da Igreja Central, um encontro com esta proposta contribui para a preparação da igreja antes da vinda de Jesus Cristo. “O nome dessa conferência, ‘O Som da Noiva’, indica que a igreja está sendo preparada para o retorno do Senhor Jesus. O nosso desejo é que mais pessoas possam entender essa revelação de Jesus para os últimos dias”, disse ele ao Guiame.

A próxima edição, que terá como tema “O Som do Céu”, está prevista para acontecer entre os dias 24 e 26 de maio de 2017, no Rio de Janeiro.

Para o pastor Isac Filho, líder da Igreja Central, o encontro contribui para a preparação da igreja. (Foto: Guiame/ Marcos Paulo Corrêa)


A conferência trouxe renovo e despertamento a seus participantes. (Foto: Guiame/ Marcos Paulo Corrêa)

veja também