“Tá no Ar” debocha novela bíblica da Record e boicote evangélico à Globo

Na edição do programa “Tá no Ar” desta quinta-feira (26), a nova novela da Record, “Os Dez Mandamentos” e o boicote de evangélicos contra a “Babilônia”, da Globo, foram alvo do programa humorístico.

fonte: Guiame, com informações de Terra

Atualizado: Segunda-feira, 30 Março de 2015 as 10:03

Rogéria relatou fatos bíblicos usando a linguagem gay. (João Cotta/TV Globo)
Rogéria relatou fatos bíblicos usando a linguagem gay. (João Cotta/TV Globo)

 

Quando o assunto é debochar os evangélicos, a Globo não impõe limites. Na edição do programa “Tá no Ar” desta quinta-feira (26), a nova novela da Record, “Os Dez Mandamentos” e o boicote de evangélicos contra a “Babilônia”, da Globo, foram alvo do programa humorístico.

Em um dos quadros, a famosa travesti Rogéria relatou contos bíblicos utilizando uma linguagem homossexual. “Quando Moisés subiu a montanha todo trabalhado naquela bata branca finérrima, um monte de gente fofoqueira foi logo atrás pra saber o que era. E ‘Momô’ arrasou, vamos combinar, né amiga? Que babado foi aquele? O povo só não gostou da parte ‘não cometerás adultério’. Afinal, quem não gosta de fazer a louca e dar uma puladinha de cerca, hein?”, ironizou Rogéria no esquete “A Bíblia – Segundo Rogéria”.

Em outra esquete, uma atriz vestida de maneira sóbria e comportada anda em meio a um bar enquanto faz críticas – um deboche claro aos valores que evangélicos defendem, comparando princípios bíblicos com princípios da ditadura militar.

“Sou contra toda essa pouca-vergonha que aparece em propaganda de cerveja. Sou a favor de saias compridas, decotes fechados, e a favor da castidade. Sou pelos valores da família brasileira, e considero o casamento gay uma abominação. No tempo da ditadura não tinha essa libertinagem. Minha luta é pela volta dos militares ao poder, pela diminuição da maioridade penal, e pelos direitos do cidadão de bem andar armado. Maçom, me manda uma reaça.”

Logo após, o humorista Márcio Vito interpretou um evangélico radical: “Não vejo esse programa (Tá no Ar), não. O pastor disse que quem assiste à Rede Globo é tudo depravado, flamenguista, comunista”.

A fala se refere, claramente, ao boicote contra a emissora proposto por algumas lideranças evangélicas, em resposta aos beijos do casal de lésbicas formado por Fernanda Montenegro (Teresa) e Nathália Timberg (Estela) na novela Babilônia. E assim, de maneira apelativa, a Globo responde ao fracasso da audiência de uma novela que fere não apenas princípios de uma religião, mas princípios familiares e humanos.

Assista ao episódio:

 

 

veja também