Thiago Grulha: "Meu coração está cada dia mais cansado!"

Estamos batendo pra todo lado. Basta subir um alvo que atiramos!

fonte: Guiame, Thiago Grulha

Atualizado: Quarta-feira, 1 Julho de 2015 as 5:03

Reflexão _ imagem ilustrativa
Reflexão _ imagem ilustrativa

De uma coisa eu não tenho dúvida nenhuma!

Nós, cristãos, no afã de mostrar que não somos como os ladrões religiosos, os moralistas inconsequentes, os políticos profissionais, os ignorantes radicais. etc... estamos trazendo discussões para fora dos muros sem dialogarmos direito sobre elas, dentro dos muros.

Estamos expondo coisas que fora do seu contexto podem ser consideradas equivocadas e malditas, mas não necessariamente são.

Óbvio que por eu estar tão dentro da engrenagem, sou afetado por uma vontade de proteger a todos. Isto é ruim! Me torno ingênuo e piegas.

Tenho tentado não investir na minha miopia, mas sei que ela existe!

Não quero morrer abraçado com um barco afundando por não cuidar bem de sua manutenção. Não quero ser o parcial exagerado! Que Deus me ajude!

Mas receio dizer que estamos jogando tudo com a água suja. Está indo muito coisa junto com o saco de lixo, inclusive muita coisa boa, justa e coerente.

Eu estou contando os dias para cair no mesmo fosso largo que muitos dos meus colegas foram arremessados.

A coisa está tão séria e dividida que logo descobrirão novas formas de desacreditar ou avaliar um grupo musical, ou um pastor, ou um líder e eu estarei lá no meio!

Na verdade, isto aconteceu uma vez.

Quando surgiu a empresa que queria regularizar direitos autorais nas igrejas, meu nome estava entre os compositores associados.

Eu não queria fazer parte e meu nome foi incluído por engano.

Não tenho nenhum problema com quem aderiu, acho que é possível e legítimo também, mas preferi não aderir.

Mas, um bispo conhecido do brasil, lançou uma lista negra com os nomes dos PECADORES que estavam querendo TIRAR dinheiro da igreja!

Eu estava lá!

Como levei Pancada! Como fui caçado!

Recebi e-mails de gente se sentindo traída, desiludida, horrorizada.

Fui ameaço de embargo. De cartas que impediriam denominações de me convidarem (o que nunca me preocupou)

Foi uma loucura!

E a coisa era bem diferente do que estavam supondo e eu nem aderir a causa queria aderir, pois convicções pessoais.

Só fui inserido por ser representado por uma editora que abraçou a ideia.

A coisa tá feia demais!

Triste demais!

Estamos batendo pra todo lado. Basta subir um alvo que atiramos!

Uma hora a gente acerta gente de verdade!

Meu coração está cada dia mais cansado! Muito cansado!

veja também