Jogador cristão diz amar e servir os outros é "maior que o futebol"

Tebow recebeu recentemente o sexto Annual Celebrity Golf Classic que levantou mais de U$ 5,5 milhões para as despesas médicas de crianças que estão doentes ou têm necessidades especiais.

fonte: Guiame, com informações do Christian Today

Atualizado: Terça-feira, 22 Março de 2016 as 10:33

"Este é um momento especial", disse o jovem cristão. (Foto: Reprodução/Facebook).
"Este é um momento especial", disse o jovem cristão. (Foto: Reprodução/Facebook).

O ex-astro do futebol americano e atual analista SEC, Tim Tebow diz que quer ser conhecido por sua fé e serviço, bem como sua carreira no futebol. O jobem relatou que emboraseja mais conhecido por sua carreira no futebol, ele já foi envolvido em uma série de organizações e eventos humanitários e de caridade.

Tebow recebeu recentemente o sexto Annual Celebrity Golf Classic que levantou mais de U$ 5,5 milhões para as despesas médicas de crianças que estão doentes ou têm necessidades especiais.

"Esta noite é sobre essas crianças", disse Tebow durante o evento. "Não é sobre futebol. É sobre o que estamos fazendo, por meio da fé, esperança e amor e as pessoas que servimos em todo o mundo. Isso vai ser maior do que o futebol a cada dia da minha vida", relatou.

"Estou ansioso para isso todos os anos", acrescentou. "Este é um momento especial. É amar as pessoas com necessidades especiais, cuidar de pessoas com necessidades especiais, sobre quem está sendo amado e que está sendo servido", disse ao site americano The Christian Today.

Tebow havia começado suas experiências humanitárias no Hospital Tebow Cure nas Filipinas que é especializado em ortopedia infantil.

O dinheiro que Tebow recebeu da Golf Classic irá para o Hospital “Cure”, “Timmy’s Playrooms” e o “Night to Shine Prom” que dá às crianças com necessidades especiais um dia especial de celebração. Além disso, o W15H, que concede os desejos de crianças com doenças fatais, receberá uma fatia desse valor.

O vencedor do troféu Danny Wuerffel, Gator Heisman, falou da carreira no futebol de Tebow e seu compromisso de ajudar os outros: "O futebol é, obviamente, a coisa mais conhecida e reconhecida para um monte de gente. Mas quando você olha para a plataforma que ele tem, seus maiores anos ainda estão por vir, mesmo que ele joghue em um Super Bowl ou que nunca jogue novamente", ressaltou.

Alerta contra idolatria

Tim Tebow chegou à fama como estrela de futebol da faculdade. Em um discurso durante um evento beneficente, o atleta falou sobre escolhas em idolatrar esportistas. "Nós escolhemos idolatrar certas coisas e amar outras", disse ele ao falar em um evento beneficente para a Fundação do Câncer de Wellness Central Alabama. "Eu não estou dizendo que é errado amar esportes, eu os amo tanto quanto qualquer um. Mas nós podemos escolher para ver se realmente importa?", pontuou.

veja também