Universitários cristãos recuperam o direito de se reunir livremente nos EUA

O grupo de universitários cristãos 'Grace Christian Life' precisava pedir uma autorização da Universidade Estadual da Carolina do Norte para realizar seus encontros.

fonte: Guiame, com informações do Charisma News

Atualizado: Quinta-feira, 9 Junho de 2016 as 10:29

O consultor Sênior da ADF, Tyson Langhofer comentou a decisão do juiz e destacou que a política da Universidade é inconstitucional.
O consultor Sênior da ADF, Tyson Langhofer comentou a decisão do juiz e destacou que a política da Universidade é inconstitucional.

Um juiz federal ordenou Universidade Estadual da Carolina do Norte precisar mudar a sua política de exigir que os estudantes de um grupo cristão peçam autorização antes de se realizar seus encontros.
 
Segundo relatórios do site internacional 'CharismaNews.com', a Aliança Liberdade de Defesa (ADF) está representando o grupo cristão 'Grace Christian Life' no tribunal.
 
O consultor Sênior da ADF, Tyson Langhofer comentou a decisão do juiz e destacou que a política da Universidade é inconstitucional.
 
"A única licença necessária para a liberdade de expressão em um campus universitário público é a Primeira Emenda Constitucional. Congratulamo-nos com a decisão do tribunal para que põe um fim à essa política da Carolina do Norte", destacou.

"O Estado da Carolina do Norte está agindo de forma inconsistente com a sua própria vocação como um mercado de idéias com esta inconstitucional restrição à liberdade de expressão. Os alunos de qualquer persuasão política, religiosa ou ideológica têm o direito de livre e pacificamente falar com os seus colegas sobre as suas opiniões, sem a interferência de funcionários do governo que podem preferir um ponto de vista sobre outro".
 
O caso ainda não está encerrado, mas a ordem do juiz sinaliza que provavelmente a vitória irá para o grupo 'Grace Christian Life' e para a ADF.
 
Tyson Langhofer considerou "improvável" que o Estado da Carolina venha a recorrer da decisão do juiz.

veja também