Vítima de agressão, pastor não resiste a ferimentos e morre em Brasília

A agressão teria sido motivada por um desentendimento sobre uma vaga dentro do ônibus.

fonte: Guiame

Atualizado: Terça-feira, 16 Setembro de 2014 as 11:09

Vítima de agressão, pastor não resiste a ferimentos e morre em BrasíliaMorreu na madrugada do último sábado, 13/09, o pastor Alessandro Veloso Pires, 40 anos. Segundo testemunhas, ele havia sofrido agressão, com diversos golpes de faca, dentro de um ônibus interestadual, próximo a Brasília (DF).

A agressão teria sido motivada por um desentendimento sobre uma vaga dentro do ônibus.

O pastor estava saindo de Goiânia (GO), com dois de seus filhos (5 e 12 anos) para assistir ao desfile do Exército, do qual o filho mais velho iria participar. Ele havia reservado os assentos 38 e 40. Ao entrar no ônibus, encontrou um homem ocupando um deles.

"Meu pai falou que o cara podia ficar lá, que tinha outras poltronas vazias. Simplesmente isso, não teve diálogo, discussão, não teve nada", contou Patrick Lucas Pires, militar e filho mais velho do pastor.

Apesar da atitude pacífica do pastor, testemunhas afirmaram que o homem agrediu o pai de família a facadas.

Alessandro Veloso foi velado e enterrado no próprio sábado. A esposa do pastor pediu que a justiça fosse feita.

“Todo mundo muito triste, muito abalado. Espero que façam justiça, que prendam a pessoa que fez isso. Meu marido era uma pessoa super tranquila”, disse a mulher dele, Glauciene do Nascimento.

Com informações do G1

veja também