A viúva de Naim

A viúva de Naim

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:02
A viúva de NaimA Bíblia nos relata no livro de Lucas 7:11-17, a história de uma mulher que vivia em Naim e recebeu a intervenção de Jesus na sua vida.
 
Naim, que em hebraico significa a bela, a graciosa, era uma aldeia construída nas proximidades de Hermom, a sudoeste de Nazaré.
 
Jesus ressuscitou o único filho da viúva de Naim. Ela havia perdido tudo, o marido, o filho e a partir dali consequentemente viveria desamparada, à margem da sociedade. Naquela época, sem o cuidado de seu filho, as opções de vida para aquela mulher seriam provavelmente a mendicância ou a prostituição. Mas onde Jesus entra o curso da história muda.
 
Jesus não se omitiu diante da aflição da pobre viúva de Naim, mas sensibilizou-se, consolou-a, tocou e libertou seu jovem filho do poder da morte, devolvendo-o vivo à sua mãe.
 
Vivemos numa sociedade onde o capitalismo impera e geralmente as pessoas não se preocupam tanto com as necessidades dos outros. A lei vigente é do salve-se quem puder! Quem não tem dinheiro é excluído da sociedade, porque não pode consumir. O egoísmo envenena a alma e torna o ser humano mais e mais individualista. Jesus, entretanto, nos ensina a viver na contramão da mentalidade capitalista e nos estimula a entender e buscar pelos valores de seu Reino. Ele é sensível, consola a mulher e muda o curso da sua vida de forma maravilhosa.
 
Alguns dos sinais do Reino e da presença de Deus são, além da mudança de caráter, a restauração da esperança e da dignidade do ser humano. Como corpo de Cristo sejamos agentes de transformação e de restauração da dignidade de outros. Que se manifestem os filhos de Deus!
 
E aconteceu que, no dia seguinte, ele foi à cidade chamada Naim, e com ele iam muitos dos seus discípulos, e uma grande multidão;
 
E, quando chegou perto da porta da cidade, eis que levavam um defunto, filho único de sua mãe, que era viúva; e com ela ia uma grande multidão da cidade.
 
E, vendo-a, o Senhor moveu-se de íntima compaixão por ela, e disse-lhe: Não chores.
 
E, chegando-se, tocou o esquife (e os que o levavam pararam), e disse: Jovem, a ti te digo: Levanta-te. E o que fora defunto assentou-se, e começou a falar.
 
E entregou-o à sua mãe.
 
E de todos se apoderou o temor, e glorificavam a Deus, dizendo: Um grande profeta se levantou entre nós, e Deus visitou o seu povo.
 
E correu dele esta fama por toda a Judéia e por toda a terra circunvizinha.
Lucas 7:11-17
 
Por Nivea Soares
Siga-nos

Mais do Guiame