43% dos judeus do mundo vivem hoje em Israel, de acordo com novo censo

De acordo com alguns teólogos, o aumento do retorno dos judeus à Israel significa o cumprimento das profecias bíblicas que apontam para o fim dos tempos.

fonte: Guiame, com informações de Breaking Israel News

Atualizado: Terça-feira, 10 Maio de 2016 as 5:39

Entre os 14,3 milhões de judeus que existem em todo o mundo, cerca de 43% vivem hoje em Israel. (Foto: Al-monitor)
Entre os 14,3 milhões de judeus que existem em todo o mundo, cerca de 43% vivem hoje em Israel. (Foto: Al-monitor)

De acordo com o novo censo de Israel, sua população é atualmente formada por cerca de 8,5 milhões pessoas, segundo dados publicados nesta segunda-feira (9) pelo Escritório Central de Estatísticas de Israel (CBS, na sigla em inglês).

Cerca de 6,3 milhões de judeus vivem em Israel (74,8% da população), além de 1,7 milhão de árabes (20,8%) e 374 mil pessoas que abrigam os cristãos não-árabes e membros de outras religiões (4,4%).

Quando Israel foi fundado em 1948, o país tinha apenas 806 mil residentes. De acordo com estimativas da CBS, haverá cerca de 11,3 milhões de pessoas vivendo em Israel até 2035.

Além disso, a organização aponta que entre os 14,3 milhões de judeus que existem em todo o mundo, cerca de 43% vivem hoje em Israel. Quando Israel foi fundado, em 1948, apenas 6% dos 11,5 milhões de judeus que existiam no mundo viviam no país.

Profecias bíblicas

De acordo com alguns teólogos, o aumento do retorno dos judeus à Israel significa o cumprimento das profecias bíblicas que apontam para o fim dos tempos.

Esse movimento é potencializado com iniciativas como as do projeto "Operation Exodus" ("Operação Êxodo ", em português), uma organização que ajuda judeus que vivem nos Estados Unidos a se deslocarem para Israel.

O grupo acredita que sua missão tem raízes intensamente bíblicas. "Por várias vezes, é dito em Isaías: 'Vou levantar um estandarte para as nações', ou seja, para os gentios. Eles devem trazer seus filhos e filhas de volta", afirma Debra Minotti, presidente da Operation Exodus. "Eu só posso dar glória a Deus, porque esta é a Sua obra."

Minotti relata que houve um aumento de 79% nos pedidos de ajuda para a migrar à Israel desde 2014. O crescimento da população de Israel saltou de 800 mil pessoas em 1948 para mais de 6 milhões atualmente. Só no ano passado, 27 mil pessoas migraram para Israel sob a Lei do Retorno.

Muitos evangélicos acreditam que os versículos mencionados em Isaías 11:11-12, Jeremias 31: 38-40 e Ezequiel 11:17 são profecias que indicam a recriação do Estado judeu, que se desdobrou somente em 1948 — muitos séculos depois do registro dessas palavras.

veja também