Adolescente é preso após pixar "morte aos cristãos" em seminário ortodoxo de Jerusalém

Algumas pixações em hebraico foram rabiscadas nas paredes, incluindo as expressões "Para o inferno com os cristãos", "Morte aos cristãos pagãos, inimigos de Israel" e "Que seu nome seja obliterado", acompanhados por uma estrela de David.

fonte: Guiame, com informações do Christian Today

Atualizado: Quarta-feira, 20 Janeiro de 2016 as 12:40

Um rapaz de 16 anos foi preso por vandalizar a 'Abadia Beneditina Católica' e o Seminário Ortodoxo Grego de Jerusalém.

A prisão aconteceu na última terça-feira (19), após uma operação conjunta da polícia israelita e do exército, de acordo com o Jerusalem Post.

A igreja na Cidade Velha de Jerusalém e o seminário ortodoxo grego ao lado, foram atacados logo cedo na manhã do último domingo (17).

Algumas pixações em hebraico foram rabiscadas nas paredes, incluindo as expressões "Para o inferno com os cristãos", "Morte aos cristãos pagãos, inimigos de Israel" e "Que seu nome seja obliterado", acompanhados por uma estrela de David.

A abadia beneditina está localizada nas encostas do Antigo Monte Sião, próximo à Cidade Velha de Jerusalém.

Em um ataque anterior contra a abadia em 2014, a mobília e cruzes de madeira foram incendiados. Dois israelenses, incluindo um menor, foram recentemente acusados destes crimes e de um incêndio criminoso mais cedo em uma igreja no mar da Galiléia.

Wadia Abu Nasser, da Assembleia dos Bispos Católicos da Terra Santa, disse: "Apesar das promessas por parte do governo, estes incidentes continuam a acontecer. Se fôssemos realmente contar todos esses incidentes, eles estariam na casa das centenas".

A área da Abadia também coincide com local onde Maria, Mãe de Jesus, viveu seus últimos dias.

veja também