Analfabeto, idoso consegue ler apenas a Bíblia: 'Deus me deu esse dom'

"Leio apenas a Bíblia Sagrada. É um mistério de Deus, que me deu esse dom", disse o idoso, que nunca teve oportunidade de estudar.

fonte: Guiame, com informações de G1

Atualizado: Quarta-feira, 15 Julho de 2015 as 3:29

 


Idoso analfabeto coleciona livros, mas lê apenas a Bílblia. (Reprodução/TV Anhanguera)

 

Na sapataria onde trabalha, Wilson Alves Pamplona coleciona mais de 150 livros, ainda que seja analfabeto. De modo inexplicável, mesmo sem nunca ter tido a oportunidade de estudar, há um único livro que consegue despertar a leitura do idoso: a Bíblia.

Os livros que hoje estão na estante da sapataria de Wilson, foram encontrados no lixo. Se para os moradores de Palmas (TO) eles não tinham mais utilidade, para o sapateiro, eles se transformaram em obras de grande valor, mesmo sem conseguir ler nenhum deles. "Leio apenas a Bíblia Sagrada. É um mistério de Deus, que me deu esse dom", diz o idoso.

Wilson conta que sabe escrever apenas o nome, mas as palavras o encantam. Apesar de não conseguir ler outros livros, todos são cuidados por ele com muito apreço. "Os livros são palavras, e palavra é vida, e a gente cuida com muito zelo e muito cuidado. A atenção é voltada para eles".

Os livros também são a paixão de Creuselina Pereira de Souza, uma idosa que também é analfabeta. Ela frequentou a escola até a 1º série do ensino fundamental, mas não deixou de se apaixonar pela leitura.Todos os livros ficam guardadas em um baú, com muito cuidado.

"Quando eu estou lendo a Bíblia, estou desligada e sentindo que estou falando com Deus. E com os livros que não são evangélicos, [sinto que estou falando] com as pessoas do outro lado do mundo", diz a idosa, que assim como Wilson, encontrou muitos livros ao separar lixos.

Creuselina ainda finaliza dando dicas para outros leitores: "A gente vê e acha que é muito precioso, guarda, não joga fora e nem rasga para fazer outro papel. Quem tem livro, tem com quem conversar. As pessoas têm que cuidar bem dos livros, abrir com jeitinho, não rasgar as folhas porque todo livro precisa de carinho".

veja também