Após conseguir transplante de medula para filho, pai mantém campanha: “Temos vivido milagres”

Em julho, Gabriel conseguiu receber o transplante de medula de um doador 100% compatível. No entanto, devido a gravidade da doença, ele permanece em coma induzido.

fonte: Guiame, Luana Novaes

Atualizado: Quinta-feira, 28 Julho de 2016 as 6:13

Júnior Coelho com sua esposa e o filho, Gabriel. (Foto: Reprodução/Facebook)
Júnior Coelho com sua esposa e o filho, Gabriel. (Foto: Reprodução/Facebook)

Em fevereiro de 2015, a família de Júnior Coelho se preparava para um retiro de carnaval promovido pela Igreja do Evangelho Pleno, em Itajaí (SC), na qual atuava como líder de jovens.

No entanto, antes de iniciar a viagem, o seu filho Gabriel, de 13 anos, passou mal e foi levado ao pronto socorro. Após alguns exames, surgiu a suspeita de uma doença que iniciaria uma dura jornada na vida da família: a leucemia.

Depois de ser transferido para Florianópolis, a leucemia foi comprovada. Gabriel ficou 20 dias internado no UTI onde passou por um intenso tratamento quimioterápico que resultou em uma infecção generalizada, um acidente vascular cerebral e uma série de complicações.

“Após 20 dias de coma, quando os médicos davam 1% de chance para ele sair, para honra e glória do Senhor ele saiu e continuou fazendo outros blocos de quimioterapia”, relatou Júnior em entrevista ao Guiame, durante o Café Com Pastores em São Paulo.

Em julho do ano passado, quando Gabriel iniciaria o último bloco da quimioterapia, a doença voltou a avançar. A família foi informada que apenas uma transfusão de Medula Óssea poderia salvar a vida do garoto.


Gabriel conseguiu receber o transplante de medula. (Foto: Reprodução/Facebook)

Daí surgiu a ideia de iniciar a campanha de doação de medula “Força Biel”, que visa atrair doadores não apenas para Gabriel, mas para todos aqueles que aguardam por um transplante. “Inúmeras famílias estão lutando pela vida, e muitas pessoas estão indiferentes a tudo isso. É muito simples doar um sangue, uma plaqueta ou uma medula”, afirmou Júnior.

O que começou como um apelo ganhou grande repercussão. Diversas personalidades abraçaram a causa e enviaram seu apoio ao Gabriel, como os jogadores Neymar Jr., Davi Luiz, Alexandre Pato e William, os atletas Felipe Massa e Jose Aldo, os artistas Buddy Valastro (Cake Boss), Helen Ganzarolli e Daniel Oliveira, e os cantores Fernando & Sorocaba, Fernanda Brum, Thalles Roberto, Anderson Freire e Cassiane.

No dia 9 de julho deste ano, Gabriel conseguiu receber o transplante de medula de um doador 100% compatível. No entanto, devido a gravidade da doença, ele permanece em coma induzido, no hospital São Camilo, em São Paulo. “Peço muitas orações de todos os irmãos e, se Deus quiser, o Gabriel estará curado, para honra e glória do Senhor”, declarou o pai.

Para Júnior, a valorização da vida foi uma das maiores lições aprendidas. “Todos os dias, acontece um sobrenatural de Deus. Eu tenho vivido vários milagres e experiências, por exemplo, de podermos entrar nos quartos de outras crianças e orar pelas famílias, de faltar plaquetas e na última hora Deus socorrer, são várias experiências. Eu tenho aprendido a viver, a cada dia, um milagre diferente, com uma dependência total de Deus”, finaliza.


Júnior Coelho com sua esposa e o filho, Gabriel. (Foto: Reprodução/Facebook)

Como ajudar?

Somente no Brasil, mais de 1.500 pessoas aguardam um doador compatível para o transplante. Basta procurar o Hemocentro mais próximo de sua cidade e aguardar algum paciente compatível com sua medula.

Além disso, você pode contribuir financeiramente com o tratamento de Gabriel, por meio de doações feitas no site ou pela compra de produtos: http://www.xn--forabiel-u0a.com.br/#!doe/howud

veja também