Após tomada de Ramadi pelo Estado Islâmico, quase 25 mil pessoas fogem

Número de deslocados e refugiados por conta de ataques do EI aumenta em 25 mil após ataque em Ramadi

fonte: Guiame, com informações da G1

Atualizado: Terça-feira, 19 Maio de 2015 as 11:19

Moradores que fugiram de Ramadi
Moradores que fugiram de Ramadi

Neste final de semana, o Estado Islâmico tomou o controle de Ramadi, cidade iraquiana que fica a cerca de 100 quilômetros de Bagdá.

Segundo informações passadas pelo ONU, quase 25 mil pessoas fugiram da cidade após o ataque dos jihadistas.

Para algumas pessoas, a fuga não é novidade. "Milhares de famílias que tinham fugido anteriormente retornaram para suas casas em Ramadi. Quando os combates ocorreram novamente, foram forçados a fugir pela segunda vez", diz comunicado da ONU.

A ONU e outras agências humanitárias começaram a distribuir alimentos, água e suprimentos médicos, além de estabelecer acampamentos temporários. No entanto, os recursos para as operações de ajuda no Iraque estavam se esgotando, segundo o Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários no Iraque.

Lise Grande, coordenadora humanitária da ONU no Iraque, afirma que agora nada é mais importante que ajudar essas pessoas que fogem da cidade.

O número de pessoas deslocadas e refugiadas recebendo assistência da ONU passa de 2,5 milhões, entre eles, muitos cristãos. Ore para que haja recursos suficientes.

 

veja também