Arqueólogos descobrem ruínas de Sodoma e Gomorra no Vale do Jordão

O anúncio da descoberta foi feito após 10 anos de escavação e estudos feitos como parte do projeto "Tall el-Hammam", promovido pela Universidade Southwest Trinity, no Novo México.

fonte: Guiame, com informações de Christian Today

Atualizado: Quarta-feira, 7 Outubro de 2015 as 5:34

O anúncio da descoberta foi feito após 10 anos de escavação e estudos. (Foto: Biblical Archaeology)
O anúncio da descoberta foi feito após 10 anos de escavação e estudos. (Foto: Biblical Archaeology)

Uma equipe de arqueólogos liderada pelo professor Steve Collins descobriu as ruínas das antigas cidades de Sodoma e Gomorra, destruídas por Deus com fogo e enxofre por causa de seu pecado, segundo relatos da Bíblia.

O anúncio da descoberta foi feito após 10 anos de escavação e estudos feitos como parte do projeto "Tall el-Hammam", promovido pela Universidade Southwest Trinity, no Novo México.

"A equipe de arqueólogos desenterrou uma mina de ouro das antigas estruturas monumentais, revelando uma enorme cidade-estado da Idade do Bronze que dominava a região sul do Vale do Jordão", disse Collins. 

"Muito, muito pouco se sabia sobre a Idade do Bronze no Al-Ghor (Sul do Vale do Jordão) antes de começarmos nossas escavações em 2005", disse ele. "O que temos em nossas mãos é uma grande cidade-estado que era, para todos os efeitos práticos, desconhecida para os estudiosos antes de começarmos o nosso projeto."

Ao comparar as ruínas recém-descobertas com as encontradas em outras cidades antigas próximas, Collins afirma que o local é o melhor candidato para a cidade perdida de Sodoma. "O projeto 'Tall el-Hammam' atendeu cada critério que Sodoma exigia pelo texto", disse ele.

Segundo a Wikipedia, Sodoma e Gomorra foram cidades mencionadas na Bíblia Hebraica, no Novo Testamento, no Livro da Sabedoria e até mesmo no Alcorão.

veja também