Astrônomo cristão comenta descoberta de água em Marte: "Aprendemos mais sobre o Criador"

O cientista afirmou que a possibilidade mais concreta de encontrar vida fora do planeta Terra poderia dar aos cristãos, um novo olhar sobre Deus e Sua criação.

fonte: Guiame, com informações do Christian Post

Atualizado: Sexta-feira, 2 Outubro de 2015 as 11:29

Foto do solo de Marte sugere que houve passagem de água corrente em alguns locais. (Foto: ESA/DLR/FU Berlin)
Foto do solo de Marte sugere que houve passagem de água corrente em alguns locais. (Foto: ESA/DLR/FU Berlin)

 

As recentes descobertas da astronomia, como a possível existência de água em Marte foram comentadas pelo astrônomo e diretor do Observatório do Vaticano, Guy Consolmagno. O cientista afirmou que a possibilidade mais concreta de encontrar vida fora do planeta Terra poderia dar aos cristãos, um novo olhar sobre Deus e Sua criação.

"O importante é reconhecer que o universo é criado por Deus e, no a forma como Ele fez isso nos diz algo sobre a Sua personalidade", disse Consolmagno, de acordo com a Rádio Vaticano.

"Se Deus escolheu criar um universo onde nós somos as únicas criaturas, isto é interessante e nos diz algo sobre Ele e sobre nós. Mas se Deus cria um universo no qual a vida está por toda parte, isto nos dá uma imagem diferente sobre Ele. Nós aprendemos mais sobre quem é o Criador", acrescentou.

A NASA informou no início desta semana que existem estrias escuras longas presumivelmente criadas por água líquida que estão correndo pelas crateras e paredes, durante os últimos meses, em Marte. A descoberta cria uma nova esperança para encontrar vida em Marte, uma vez que a água líquida é um elemento vital para a vida.

O robô conhecido como 'Rover Curiosity' havia encontrado anteriormente em Marte, evidências de lagos antigos e redes fluviais, mas a inclinação recém-descoberta sugerem que há água corrente, pelo menos durante parte do ano no planeta.

Consolmagno - que frequentemente comenta sobre a evolução da NASA e as perspectivas de vida alienígena - disse que poder descobrir a água fluindo em tempo real é algo emocionante.

"Você pode ver os vestígios dos rios em mudança ao longo de um ano em Marte. Então, nós não estamos falando de água que estava lá há muito tempo ou água que está congelada sob a superfície, mas a água líquida real na superfície", disse o astrônomo do Vaticano.

"É claro que o ar é tão fino que irá evaporar a água imediatamente, mas há bastante água lá, o tempo suficiente para mover coisas ao redor".

Consolmagno acrescentou que é difícil especular sobre a possibilidade de haver vida alienígena em outros lugares do universo, considerando que nada ainda foi oficialmente comprovado.

"Nós não temos nenhuma idéia se a vida é tão rara que não existe em nenhum outro lugar, ou tão comum que se desenvolve em todos os lugares e é por isso que temos de olhar para lugares que a vida poderia estar, para ver o quão rara ou comum ela realmente é", ele adicionou.


Reflexões
Figuras cristãos protestantes notáveis, ​​como o presidente da Comissão de Ética e Liberdade Religiosa da Convenção Batista do Sul, Russell Moore, também falaram sobre a descoberta Marte.

"Talvez para muitos de nós, as imagens e descrições de ambientes, literalmente, a anos de distância da terra podem causar um pouco de ansiedade. O que realmente existe lá fora? Em que quantidade existe? Se a nossa pequena galáxia é apenas um ponto de pinos em um vasto universo, então por que nós pensamos que o que acontece a partir desta matéria rochosa microscópica é tão importante? Na varredura do espaço cósmico, por que a sua e a minha vida têm propósitos de forma geral?", escreveu Moore em um post de seu blog na terça-feira, intitulado "Marte e a majestade de Cristo".

Moore acrescenta que enquanto os cientistas não-cristãos tentaram responder a essas perguntas à sua própria maneira, o Evangelho é o que proporciona às pessoas o sentido real de tudo.

"O universo foi criado nos fazer sentir pequenos, situando-nos em reverência, silenciados. O Evangelho, porém, nos diz que temos um propósito e um significado, e não pela nossa força ou nosso poder, mas porque estamos nAquele que foi morto e agora está vivo para sempre, Aquele para quem cada galáxia - visível e invisível - foi feita como uma herança", ele escreveu.

veja também