Atleta cristão revela desejo de pregar em países carentes do Evangelho: “Quero levar Cristo”

"Quero levar Cristo em áreas do mundo que não têm acesso ao entendimento de quem Ele se trata", disse Jeremy Lin no Fórum Econômico Mundial, na China.

fonte: Guiame, com informações de The Christian Post

Atualizado: Segunda-feira, 4 Julho de 2016 as 4:51

Jeremy Lin é um dos destaques da principal liga de basquetebol dos Estados Unidos, a NBA. (Foto: USATSI)
Jeremy Lin é um dos destaques da principal liga de basquetebol dos Estados Unidos, a NBA. (Foto: USATSI)

Jeremy Lin, um dos destaques da principal liga de basquetebol dos Estados Unidos, a NBA, falou abertamente sobre seu desejo de pregar o Evangelho de Jesus Cristo nos países mais inacessíveis do mundo, durante o Fórum Econômico Mundial em Tianjin, na China.

"Quero levar Cristo em áreas do mundo que não têm acesso ao entendimento de quem Ele se trata", disse Lin em uma breve entrevista durante a Reunião Anual dos Novos Campeões.

O atleta também falou sobre seu desejo de investir mais em trabalhos sociais. "Crianças carentes... Eu acho que é algo muito próximo e querido para mim. Eu cresci em meio a crianças que não iam para os jogos porque não tinham pais ou não dormiam bem à noite, ouvindo tiros”, relembra Lin.

Situações como essas fez com que o atleta alimentasse o desejo de um dia poder ajudá-los. "Quando via como meus companheiros estavam crescendo, eu pensava: 'se eu tiver uma chance, vou fazer algo sobre isso", disse ele.

Durante sua entrevista, Lin foi questionado sobre os tipos de preconceito que sofreu por causa da origem asiática. “Aprendi a apreciar a minha identidade, quem eu sou para mim mesmo contra aquilo que as pessoas querem que eu seja. Muito disso se deve à minha fé. Eu sou cristão. Como eu sempre falo, minha identidade é, acima de tudo, originada em Cristo".

Antes de Jeremy Lin iniciar sua turnê de palestras pela China, o atleta havia pedido orações. "Por favor, orem por mim para falar com amor, para ser capacitado por Cristo e para que todos que irão me escutar tenham um coração aberto para ouvir o amor de Deus, e responder dando suas vidas a Ele", disse ele.

veja também