Atriz Dakota Johnson se une ao Estado Islâmico em paródia e gera polêmica nos EUA

Vídeo humorístico foi exibido no programa 'Saturday Night Live'

fonte: Guiame, com informações da EFE / G1

Atualizado: Segunda-feira, 2 Março de 2015 as 9:55

O programa 'Saturday Night Live' exibiu uma paródia protagonizada pela atriz Dakota Johnson sobre os jihadistas do Estado Islâmico e gerou polêmica nos Estados Unidos.

A paródia foi exibida sábado à noite e, no domingo, canais de televisão e jornais dedicaram amplo espaço para discutir a respeito da esquete.

No vídeo, a jovem se despede do pai dentro do carro, no que parece ser um aeroporto. A cena é inspirada em um anúncio de marca de carros que recentemente veiculou uma propaganda em que uma garota se despede para entrar no exército.

A diferença desse vídeo com Dakota Johnson é que a garota vai se unir ao Estado Islâmico, também conhecido pela sigla ISIS.

"Tenha cuidado, certo?". "Papai, é só o Estado Islâmico", diz parte do diálogo entre pai e filha no vídeo. Em seguida ela sobe em uma caminhote com jihadistas armados.

Depois, o pai pede que cuidem dela, ao que um dos combatentes responde com um gesto afirmativo e com um "morte aos Estados Unidos".

Nos Estados Unidos, a discussão é para saber se os humoristas não foram longe demais com a sátira, levando em conta a falta de respeito às vítimas dos jihadistas.

Taran Killam, um dos comediantes protagonistas se defendeu no twitter: "A liberdade para zombar é nossa melhor arma."

Confira o vídeo completo em inglês.


.

veja também