Aulas de “ioga santo” incluem alongamentos e meditações sobre a Bíblia

O ioga é associado à religião hindu, mas neste caso, a Bíblia está no palco.

fonte: Guiame, com informações de KY3

Atualizado: Terça-feira, 16 Fevereiro de 2016 as 3:19

Enquanto os alunos levantam seus corpos do chão, sua fé também é erguida. (Foto: Reprodução)
Enquanto os alunos levantam seus corpos do chão, sua fé também é erguida. (Foto: Reprodução)

À primeira vista, pode parecer uma aula de ioga comum. Um segundo olhar revela uma aula mais profunda.

"Assim como os céus são mais altos do que a terra, também os meus caminhos são mais altos do que os seus caminhos e os meus pensamentos mais altos do que os seus pensamentos”, cita a instrutora do “Holy Yoga” (“Ioga Santo”, em português), com base na passagem bíblica de Isaías 55:9.

Enquanto os alunos levantam seus corpos do chão, sua fé também é erguida. "Isso me traz de volta para o centro e, usar as Escrituras, me lembra que eu sempre preciso me trazer de volta para o centro", disse Sonja McLeroy, uma das alunas.

A instrutora Shelby Ragsdale não é uma pastora ou uma pregadora. Ela quer apenas se manter na esperança de trazer luz para a vida.

"Eu sei que, às vezes, as pessoas têm dificuldades em ler a Bíblia e isso acaba tendo reflexo em suas vidas. Quando você traz para esse aspecto espiritual, você vê que muitas pessoas precisam disso e não percebem", disse ela.

O ioga é associado à religião hindu, mas neste caso, a Bíblia está no palco. Ragsdale diz que pessoas de todas as religiões são bem-vindas para desacelerar, relaxar e ouvir uma boa palavra.

"Quando você escolhe um caminho que está de acordo com a Minha vontade, nada no céu ou na terra poderá pará-lo", cita Ragsdale, baseada no trecho de um livro devocional.

Alguns críticos que dizem o Holy Yoga é teologicamente falho, mas a idealizadora da aula afirma que a oração e a meditação não podem ser propriedades de uma religião.

Em um comunicado, o ministério internacional Assembleia de Deus fez um comentário sobre as aulas do ioga bíblico: "Não temos uma posição oficial sobre o ioga ou a incorporação das Escrituras na atividade física. Nós temos uma declaração ‘tópica’ de alguns anos atrás, que foi destinada para representar um modo geral de encarar a prática. O trecho incluso nessa declaração era: ‘Dependendo da orientação espiritual / mental do instrutor ou guia, pode haver uma inserção sutil ou evidente de filosofias e ideias estrangeiras para a Bíblia e para a fé cristã'."  

veja também