Bebê sobrevive por 3 dias sob escombros e médicos reconhecem: "Milagre"

Segundo membros da equipe de resgate, a pequena Dealeryn Saisi, de apenas seis meses, foi encontrada sob os escombros de um prédio que desabou no Quênia, envolta em um cobertor azul e dentro de um balde.

fonte: Guiame, com informações da CNN

Atualizado: Quarta-feira, 4 Maio de 2016 as 3:11

Bebê recebe tratamento médico, após ser resgatada de um desabamento em Nairóbi. (Foto: CNN)
Bebê recebe tratamento médico, após ser resgatada de um desabamento em Nairóbi. (Foto: CNN)

Uma bebê foi resgatada na última terça-feira (3), após 80 horas presa sob os escombros de um edifício residencial que desabou em Nairóbi (Quênia). Os integrantes das equipes de resgate de emergência estão classificando o caso como um milagre.

A pequena Dealeryn Saisi, de seis meses de idade, foi retirada dos escombros por volta das 4h da manhã (horário local), segundo a Cruz Vermelha do Quênia informou em um comunicado.

"Os homens estavam dizendo que é um milagre que bebê tenha sobrevivido sem nenhum arranhão", disse Bonny Odhiambo, membro da Cruz Vermelha, que liderou a equipe envolvida no resgate.

A pequena Dealeryn, cuja mãe acabou morrendo no desabamento, foi entregue ao seu pai, Ralson Wasike, na última terça-feira, após ser tratada no hospital.

Wasike disse à CNN que sua filha reconheceu sua voz quando ele chamou pelo nome da pequena, ao chegar no hospital.

"Chamei seu nome, ela respondeu e, ao mesmo tempo, levantou a mão", disse ele. "Eu encontrei a minha filha, estou feliz por isso".

A criança foi resgatada por uma equipe de busca militar usando equipamento especializado, que detectou a respiração debaixo dos escombros, segundo informou Odhiambo, da Cruz Vermelha.

Soldados e paramédicos rapidamente cavaram e encontraram a criança - que estava enrolada em um cobertor azul claro - dentro de um balde.

A posição em que Dealeryn permaneceu aparentemente a ajudou a sobreviver ao colapso do edifício residencial de sete andares, que matou pelo menos 23 pessoas.

O edifício, localizado no distrito de Huruma (em Nairóbi) desabou enquanto fortes chuvas inundaram a cidade, na última sexta-feira (29). Especialistas já haviam alertado sobre o desabamento e o proprietário do edifício estava sob custódia da polícia.


Pressa
Sem ambulâncias à disposição, as equipes de resgate precisaram levar rapidamente o bebê até o hospital mais próximo, em outro veículo de resgate para verificar seus sinais vitais, relatou Odhiambo.

"Nós estávamos apenas segurando-a e dizendo 'Vamos! Vamos! Vamos!", disse.

"Eu estava preocupado que seus pulmões tivessem sido afetados pela poeira e também com a possibilidade dela sofrer com hipotermia - considerando que estava frio e úmido embaixo dos escombros, devido à chuva. Mas ela estava respirando".

Ela apareceu desidratado, mas não tinha ferimentos visíveis, e posteriormente foi levado para o Hospital Nacional Kenyatta para o tratamento, disse a Cruz Vermelha.

"É assustador, não tenho filhos do meu próprio, eu levei isso como se fosse meu próprio filho, era como se ela fosse o meu bebê", disse Odhiambo. "Eu tinha fé que poderia salvá-la."

Odhiambo disse que o sucesso do resgate animou os trabalhadores das equipes de emergência, já que até aquele momento, pensavam que só conseguiriam encontrar corpos e nenhum sobrevivente.

 

veja também