Brasil é o segundo lugar mais perigoso para mulheres turistas, de acordo com ranking britânico

“Já avançamos com a Lei Maria da Penha, mas ainda temos um longo caminho pela frente no combate à violência contra a mulher”, comenta o Secretário de Turismo Roberto de Lucena.

fonte: Guiame, com informações de Daily Mail

Atualizado: Sexta-feira, 13 Março de 2015 as 9:30

O Brasil está em segundo colocado no ranking dos 10 países mais perigosos do mundo para as mulheres.
O Brasil está em segundo colocado no ranking dos 10 países mais perigosos do mundo para as mulheres.

 

Em muitos lugares do mundo, as mulheres estão vulneráveis a sofrer ataques sexuais, assédios, assaltos, agressões e assassinatos. O jornal britânico Daily Mail criou uma lista dos 10 países mais perigosos do mundo para as mulheres turistas – e, acredite: o Brasil está em segundo colocado no ranking.

Ainda que a violência contra a mulher seja algo considerado moral e legalmente criminoso no País, o terreno brasileiro está a frente de países dirigidos pelo regime islâmico, como Turquia, Tailândia, Egito e Marrocos.

O Brasil perde apenas para a Índia, que tem relatos de agressão sexual a cada 20 minutos. De acordo com a reportagem, “imagens impressionantes de mulheres seminuas no famoso Carnaval do Rio não mascaram o fato de que grande parte do Brasil continua nas garras da violência generalizada, liderada por gangues criminosas e policiais abusivos.”

A reportagem ainda conta sobre um caso que aconteceu no ano passado, onde uma turista americana foi estuprada em um ônibus público enquanto o namorado observava, algemado.

Lei em defesa da mulher

Um projeto aprovado na Câmara no dia 3 de março, classifica o assassinato de mulheres crime hediondo, resultando em uma pena ainda mais severa para os criminosos.

De acordo com o Pastor e Secretário de Turismo Roberto de Lucena (PV-SP), nos últimos 30 anos, 92 mil mulheres foram assassinadas no Brasil, o que coloca o País na sétima posição em assassinatos de mulheres no mundo. 

 “Este é um número alarmante e que muito nos preocupa. Precisamos de ações urgentes e eficazes para proteger nossas mulheres. Já avançamos com a Lei Maria da Penha, mas ainda temos um longo caminho pela frente no combate à violência contra a mulher”, disse Lucena nas redes sociais. 

Veja a lista completa:

1) Índia

2) Brasil

3) Turquia

4) Tailândia

5) Egito

6) Colômbia

7) África do Sul

8) Marrocos

9) México

10) Quênia

 

 

 

veja também