Bruna Marquezine organiza grupo de oração entre famosas

Além de Bruna, a atriz Fernanda Souza também é uma participante fixa do grupo de orações. Outras famosas também fazem parte, como Thaila Ayala, Sasha Meneghel, Fernanda Paes Leme, Manu Gavassi e a irmã de Neymar, Rafaella Santos.

fonte: Guiame, com informações de R7 e

Atualizado: Segunda-feira, 16 Maio de 2016 as 11:32

Bruna Marquezine, quando ainda namorada Neymar, orando durante jogo do Brasil. (Foto: Reprodução)
Bruna Marquezine, quando ainda namorada Neymar, orando durante jogo do Brasil. (Foto: Reprodução)

A atriz Bruna Marquezine resolveu incentivar um grupo de amigas famosas a participarem de um reunião para orações e leitura da Bíblia, segundo informou a colunista Keila Jimenez neste sábado (14).

De acordo com a publicação, as celebridades se revezam para receber as reuniões em suas casas, aproveitando para orar, conversar sobre as passagens bíblicas, revelar experiência pessoais e aconselhar umas as outras.

Além de Bruna, a atriz Fernanda Souza é participante fixa do grupo de orações. Outras famosas também fazem parte, como Thaila Ayala, Sasha Meneghel, Fernanda Paes Leme, Manu Gavassi e a irmã de Neymar, Rafaella Santos.

Falando sobre o assunto ao site de Heloísa Tolipan nesta sexta-feira (13), a atriz Fernanda Souza, esposa do cantor Thiaguinho, revelou que Bruna foi quem a convidou para as reuniões.

“Eu comecei a frequentar porque a Bruna Marquezine me levou e me apaixonei, quis ter na minha casa. Conversamos, debatemos questões, cada um dá sua opinião. É informal, feito com pessoas que amamos. Essa semana tem uma reunião na casa dos amigos da Bruna e eu vou, me emociono muito, choro, eu amo. Só tem jovens e acho lindo eles cantarem”, disse ela.

“A Bruna conheceu esses amigos dela no colégio e me apresentou e eu fiquei enlouquecida, nunca tinha sentido nada daquilo na vida. É lindo ver jovens falando de Deus. Fico babando, admirando, pensando: ‘que bando de seres humanos legais no mundo’”, acrescentou a atriz.

Depois de conhecer o grupo, Fernanda passou a aderir às chamadas células. “Não vou à igreja todo final de semana, mas tem um grupo de oração na minha casa que se reúne uma vez por semana. Chamamos nossos amigos mais próximos, que também têm essa ligação com religião e é um bate-papo. Lemos passagens da Bíblia, conversamos muito. É uma célula”, esclareceu.

veja também