Charleston irá distribuir US$ 2,5 milhões para famílias afetadas pelo tiroteio na igreja

O dinheiro foi doado por pessoas de 50 estados americanos e outras quatro nações estrangeiras, segundo o prefeito. Cerca de 6.500 pessoas se comoveram para doar quantidades que variam entre 50 centavos e 100 mil dólares.

fonte: Guiame, com informações de The Guardian

Atualizado: Sexta-feira, 25 Setembro de 2015 as 4:10

Culto na igreja Emanuel African Methodist Episcopal. (Foto: Brendan Smialowski/AFP)
Culto na igreja Emanuel African Methodist Episcopal. (Foto: Brendan Smialowski/AFP)

 

O prefeito da cidade de Charleston (EUA), Joseph P. Riley Jr., anunciou nesta quinta-feira (24) que a cidade irá distribuir 2,5 milhões de dólares para as famílias afetadas pelo massacre que deixou nove mortos na Igreja Africana Metodista Episcopal.

O dinheiro foi doado por pessoas de 50 estados americanos e outras quatro nações estrangeiras, segundo o prefeito. Cerca de 6.500 pessoas se comoveram para doar quantidades que variam entre 50 centavos e 100 mil dólares.

O fundo de arrecadação foi criado após o tiroteio que aconteceu na noite de 17 de junho, durante um estudo bíblico que acontecia na igreja histórica de Charleston.

O autor do crime, Dylann Roof, enfrenta inúmeras acusações nos tribunais estaduais e federais. O estado da Carolina do Sul está buscando a pena de morte.

Após os disparos, autoridades disseram que o dinheiro seria usado para pagar as despesas dos funerais. Mais tarde, foi acordado que o restante do dinheiro usado nos funerais seria distribuídos às famílias das vítimas e sobreviventes.

O dinheiro está guardado em uma conta segura, e será entregue livre de impostos para os destinatários.

veja também