Cientistas descobrem trechos da Bíblia em pergaminho carbonizado que resistiu por 1.500 anos

Os pesquisadores acreditam que outros fragmentos carbonizados encontrados ao lado do pergaminho também possam conter textos antigos ligados à Bíblia.

fonte: Guiame, com informações de Daily Mail

Atualizado: Terça-feira, 21 Julho de 2015 as 4:30

 


O pergaminho foi descoberto em 1970 e mantido em depósito até que uma nova tecnologia tornou possível lê-lo.

 

À primeira vista parece ser um pedaço de carvão, mas na verdade, é um irreconhecível pedaço de rolo antigo queimado. O pergaminho, com sete centímetro de comprimento, foi descoberto ao lado de outros restos carbonizados. É uma cópia antiga, de 1.500 anos, do livro de Levíticos da Bíblia em hebraico.

Os cientistas usaram uma tecnologia de digitalização avançada para decifrar o conteúdo do documento carbonizado encontrado em uma antiga sinagoga de Ein Gedi, na costa oeste do Mar Morto, em Israel.

O trecho queimado foi encontrado em 1970, mas estava muito danificado para leitura. Foram necessárias três varreduras usando tomografias computadorizadas com raios-x e 3D para descobrir o texto sobre os restos queimados.

Os pesquisadores acreditam que outros fragmentos carbonizados encontrados ao lado do pergaminho também possam conter textos antigos ligados à Bíblia.

Foram identificados os primeiros oito versículos do Livro de Levítico. Abaixo, o texto mostra o que estava legível no pergaminho em negrito:

"E chamou o SENHOR a Moisés, e falou com ele da tenda da congregação, dizendo:
Fala aos filhos de Israel, e dize-lhes: Quando algum de vós oferecer oferta ao Senhor, oferecerá a sua oferta de gado, isto é, de gado vacum e de ovelha.
Se a sua oferta for holocausto de gado, oferecerá macho sem defeito; à porta da tenda da congregação a oferecerá, de sua própria vontade, perante o Senhor.
E porá a sua mão sobre a cabeça do holocausto, para que seja aceito a favor dele, para a sua expiação.
Depois degolará o bezerro perante o Senhor; e os filhos de Arão, os sacerdotes, oferecerão o sangue, e espargirão o sangue em redor sobre o altar que está diante da porta da tenda da congregação.
Então esfolará o holocausto, e o partirá nos seus pedaços.
E os filhos de Arão, o sacerdote, porão fogo sobre o altar, pondo em ordem a lenha sobre o fogo.
Também os filhos de Arão, os sacerdotes, porão em ordem os pedaços, a cabeça e o redenho sobre a lenha que está no fogo em cima do altar."


Imagem digitalizada do rolo 'desenrolado' onde foram identificados versículos de Levítico.

 

Não se sabe a causa exata do incêndio, mas a maior possibilidade é que tenha sido queimado em um incêndio que destruiu completamente a aldeia de Ein Gedi, resultado de ataques das tribos beduínas ou de conflitos com as autoridades bizantinas.

A pesquisa foi conduzida pelas autoridades das Antiguidades de Israel, que têm trabalhado com a empresa Merkel Technologies para executar a digitalização de alta resolução dos manuscritos do Mar Morto.

veja também