Comediantes trocam a Bíblia pelo Alcorão e manipulam textos sagrados em ação feita na Holanda

A dupla trocou as capas do Alcorão e da Bíblia, para mostrá-las às pessoas nas ruas como se um livro fosse o outro.

fonte: Guiame, com informações de Christian Today

Atualizado: Terça-feira, 8 Dezembro de 2015 as 3:59

Ao ler os textos, a indignação das pessoas era certa. (Foto: YouTube)
Ao ler os textos, a indignação das pessoas era certa. (Foto: YouTube)

Dois comediantes holandeses, Sacha Harland e Alexander Spoor divulgaram um vídeo nas redes sociais colocando o cristianismo em cheque a fim de exaltar a religião islâmica.

A dupla trocou as capas do Alcorão e da Bíblia, para mostrá-las às pessoas nas ruas como se um livro fosse o outro. Para isso, eles apontaram passagens bíblicas que falam sobre homossexualidade, submissão feminina e as penas para atos de desobediência.

Dentre os versículos apresentados por eles, estavam "Quando também um homem se deitar com outro homem, como com mulher, ambos fizeram abominação; certamente morrerão; o seu sangue será sobre eles" (Levítico 20:13), "Destruirei os seus altares idólatras, despedaçarei os seus altares de incenso e empilharei os seus cadáveres sobre os seus ídolos mortos, e rejeitarei vocês" (Levítico 26:30) e "A mulher aprenda em silêncio, com toda a sujeição"(1 Timóteo 2:11).

Ao ler os textos, a indignação das pessoas era certa. "Isso soa ridículo", disse um homem. "Como alguém pode acreditar nisso? Isso é inacreditável para mim", disse outra mulher.

Quando questionados sobre o conteúdo da Bíblia, as pessoas opinaram positivamente: "Eu acho que a Bíblia, em sua maior parte, tem muitas coisas positivas", disse uma mulher. "A Bíblia é menos dura e um pouco mais pacífica", disse um homem.

Até que chega o momento de a capa do livro ser retirada e o suposto Alcorão ser revelado como uma Bíblia, gerando grande espanto nas pessoas. Um verdadeiro golpe de manipulação sobre as Escrituras Sagradas.

A Bíblia diz que “o salário do pecado é a morte” (Romanos 6:23). Esse é um princípio espiritual que não se limita ao significado físico, assim como muitos interpretam na primeira leitura. A morte acontece de diversas maneiras, e em diversas áreas da vida: morte da fé, da paz, de um casamento ou de uma carreira.

No livro de Gênesis, no Antigo Testamento, o primeiro pecado cometido por Adão também gerou morte — o plano de Deus era que ele vivesse para sempre. Desde então, toda sua descendência experimenta a morte física e a espiritual. A boa notícia é que foi para inverter isso que Deus enviou seu filho unigênito: Jesus Cristo.

"O primeiro homem, Adão, foi feito em alma vivente; o último Adão em espírito vivificante". (1 Coríntios 15:45)

Se antes, nos tempos antigos da Lei um pecado gerava a morte física, pelo sacrifício de Jesus na cruz, o atual tempo da graça permite que tenhamos a vida física. Ele, sem pecado, foi o único que conseguiu redimir toda a humanidade de sua separação de Deus. Hoje você pode estar morto em alguma área da vida, mas Jesus é a vida — basta acreditar.

veja também