Corredora perde forças em maratona e diz que concluiu a prova com o poder da fé

Haley estava prestes a concluir a maratona quando suas pernas paralisaram. Com o poder da fé e a ajuda de outros corredores, ela terminou a prova e emocionou milhões na internet.

fonte: Guiame, com informações de Faith Wire

Atualizado: Sexta-feira, 31 Março de 2017 as 3:42

A estudante foi carregada por corredores até a linha de chegada. (Foto: Love Run Philadelphia Half Marathon/Runners World)
A estudante foi carregada por corredores até a linha de chegada. (Foto: Love Run Philadelphia Half Marathon/Runners World)

A estudante Haley Klinger estava a apenas 100 metros de terminar sua primeira maratona quando suas pernas paralisaram. No entanto, sua dificuldade fez com que ela apoiasse sua limitação na força de braços amigos e no poder da fé.

Klinger, estudante de nutrição da faculdade cristã Messiah College, na Pensilvânia (EUA), estava correndo na Meia Maratona Philadelphia Love Run no último domingo (26), quando começou a se sentir fraqueza e tontura, disse ela ao site Runners World.

“Quando senti meu corpo diminuir a velocidade no último quilômetro, eu me determinei a atravessar a linha e terminar a corrida, mas minhas pernas continuavam se curvando”, conta Klinger.

Dois corredores notaram a dificuldade de Klinger e resolveram oferecer apoio em cada um de seus braços. A jovem tentou forçar as pernas para alcançar a linha de chegada, mas caiu novamente no chão. Foi quando um terceiro atleta resolveu voltar para trás e carregá-la em seus braços.

Os três homens conduziram pernas até a linha de chegada e deram apoio para que ela concluísse a maratona com seus próprios pés. A cena viralizou nas redes sociais e já recebeu quase 30 milhões visualizações no Facebook.

Klinger revela que meses antes da corrida, ela estava orando para ser "forte e corajosa" em sua fé.

“Eu acho que Deus usou esse evento como uma oportunidade”, disse Klinger. “Perdi minha capacidade física de terminar a corrida sozinha e Deus colocou três pessoas para me ajudar a atravessar a linha de chegada”.

“Aprendi que quando somos levados para fora da nossa zona de conforto e enfrentamos dificuldades, Deus nos leva a superar”, ela concluiu. “Nesse caso, três homens incríveis foram colocados em minha vida quando eu precisava de ajuda.”

Confira a cena:

veja também