Cristã é sequestrada e forçada a se casar com muçulmano no Paquistão

Investigações da polícia local encontraram a jovem Maryam na casa de um muçulmano, com quem ela estava casada. Em sua certidão de casamento, a religião da moça já constava como islâmica.

fonte: Guiame, com informações do Christian Today

Atualizado: Quarta-feira, 18 Maio de 2016 as 12

Maryam Mushtaq, de 24 anos, foi sequestrada e forçada a se casar com um muçulmano, no Paquistão. (Foto: BPCA)
Maryam Mushtaq, de 24 anos, foi sequestrada e forçada a se casar com um muçulmano, no Paquistão. (Foto: BPCA)

Uma mulher cristã de 24 anos de idade foi sequestrada na semana passada e forçada a se casar com seu sequestrador no Paquistão, de acordo com A Associação Cristã Britânico-Paquistanesa (BPCA).

Maryam Mushtaq estava voltando de sua faculdade em Lahore por volta de 13h30 (horário local), com seu irmão mais novo, quando ela foi agarrada por dois muçulmanos mascarados, que a sequestraram na última quinta-feira (12).

Mushtaq foi forçada a entrar no porta-mala de um carro branco. Seu irmão Romail, de 11 anos de idade, assistiu àquela cena enquanto, eles gritavam abusos e ameaças contra ele.

Sua mãe, Mussarat, de 53 anos, denunciou o sequestro à polícia local.

Dois dias depois, a polícia disse a Mussarat que a filha não tinha sido sequestrada, mas estava casada com o homem muçulmano, que foi acusado do sequestro.

Muhammad Ali, de 32 anos, tinha mostrado à polícia um certificado de seu casamento com Maryam. Na certidão a religião da moça agora é apontada como islâmica.

"Maryam vai conosco à igreja toda semana. Não acreditamos que ela iria desistir de toda a sua vida e sua salvação [em Cristo] para se casar com um homem muçulmano. Jesus sempre foi o centro de sua vida", disse Mussarat BPCA.

"Três anos atrás, meu marido morreu de câncer e há dois anos, a irmã de Maryam morreu. Agora esses sequestradores levaram a minha filha. Estou devastada", disse ela.

Segundo a mãe da moça, Maryam tinha um bom relacionamento com seu irmão Romail e sua outra imrã Khusboo, de 23 anos. Mussarat destacou que seus irmãos saberiam se ela estaria interessada neste homem. "Nenhum deles sequer o viram antes", relatou.

Ela tinha retornado recentemente para estudar em uma faculdade, para se tornar uma professora e ajudar a sustentar a família.

Falando ao site 'Christian Today', o presidente da organização cristã lembrou que o caso de Maryam não é o primeiro de uma jovem cristã, que é sequestrada e forçada a um casamento islâmico.

"Mais uma vez, uma menina cristã inocente foi sequestrada e forçada a se casar com um muçulmano. Não sabemos sobre a depravação ou a brutalidade que ela teve de enfrentar, mas seu sequestro e aprisionamento já é algo sórdido, sem dúvida", disse Wilson Chowdhry, presidente da 'BPCA'.

"A polícia respondeu de forma relativamente rápida, mas fez isso em circunstâncias de um sequestro cometido à luz do dia, que foi testemunhado por muitos. Os sequestradores são conhecidos e mesmo assim a menina ainda não foi devolvida à família. A possibilidade é que infelizmente, os policiais corruptos poderiam conspirar com o sequestradores", lamentou.

veja também