Detentas recebem doação de 900 bíblias pela coordenadoria da OAB-CE

“A palavra de Deus é, sem sombra de dúvidas, algo que traz conforto e um novo norte. É louvável a iniciativa da Coordenação de Liberdade Religiosa da Ordem em trazer não só a Bíblia como livro físico", disse o presidente da Ordem.

fonte: Guiame, com informações do site da OAB-CE

Atualizado: Quinta-feira, 10 Dezembro de 2015 as 3:49

Bíblias entregues em presídio no Ceará
Bíblias entregues em presídio no Ceará

A Ordem dos Advogados do Brasil – Secção Ceará (OAB-CE) realizou a doação de 900 Bíblias para as detentas do presídio Auri Moura Costa, em Aquiraz, Região Metropolitana de Fortaleza. O ato que aconteceu por meio da Coordenadoria de Liberdade Religiosa, ocorreu na manhã da última quarta-feira (9), e contou com a presença do presidente da Ordem cearense, Valdetário Andrade Monteiro, e do secretário de Justiça, Hélio Leitão.

Valdetário elogia a iniciativa da ordem e afirma que a ação foi de grande importância. “A palavra de Deus é, sem sombra de dúvidas, algo que traz conforto e um novo norte. É louvável a iniciativa da Coordenação de Liberdade Religiosa da Ordem em trazer não só a Bíblia como livro físico, mas uma palavra de aproximação da sociedade com as detentas. A ressocialização só é possível com essa aproximação. Acredito que nós hoje cumprimos um importante papel”, disse.

Já o advogado Robson Sabino, coordenador dos Estudos de Liberdade Religiosa, ressalta a expectativa de que as mulheres que receberam as bíblias renovem suas esperanças. “Estamos dando o pão espiritual. A época do Natal é uma oportunidade que as pessoas têm de repensar suas vidas. A OAB Ceará, por meio de parcerias, conseguiu essas Bíblias e a expectativa é que as detentas tenham a oportunidade de renovar a esperança, bem como o desejo de mudar e retornar para a sociedade como cidadãs”, pontuou.

A doação das Bíblias foi feita pela Igreja de Jesus Cristo dos Últimos Dias. O presidente da instituição, Henrique Simplício, destacou a diferença que a ação fará na vida das detentas. “É dezembro, e é Natal, época em que com certeza nos lembramos do nosso Salvador, Jesus Cristo. Por isso, a igreja, por meio dessa parceria com a OAB-CE, sentiu que tinha de dar um presente às pessoas necessitadas e carentes, principalmente as que estão no presídio, privadas de suas liberdades. Não existe presente melhor que um livro, e o livro dos livros, que é a Bíblia, com certeza fará a diferença na vida de todas”, declarou.

veja também