Escolas cristãs crescem na China: "Os pais nos imploram para ensinar sobre Jesus”

De acordo com educadores chineses, os pais estão querendo que seus filhos vivam com base nos princípios da fé cristã.

fonte: Guiame, com informações de Christian Today

Atualizado: Terça-feira, 9 Agosto de 2016 as 1:15

Uma indicação do avanço do cristianismo na China é o aumento da demanda por escolas cristãs. (Foto: Reprodução)
Uma indicação do avanço do cristianismo na China é o aumento da demanda por escolas cristãs. (Foto: Reprodução)

Embora o governo comunista da China tente limitar o livre exercício da fé no país, o cristianismo cresce em taxas fenomenais, de acordo com o autor chinês mais vendido, Yu Jie.

"O número cresce em milhões a cada ano”, disse Yu em um artigo publicado no jornal First Things. "Se este ritmo for mantido, em 2030, os cristãos na China serão superiores a 200 milhões — superando os Estados Unidos —, tornando a China o país com a maior população cristã no mundo", disse ele.

Outra indicação do avanço do cristianismo na China é o aumento da demanda por escolas cristãs no país. Em entrevista ao site CBN News, o diretor do Colégio Veritas, Sean Elgut, disse que o espaço para as escolas cristãs americanas estão aumentando na China.

"Os pais chineses começam a perceber que a educação cristã vai além dos livros didáticos. Os pais querem que seus filhos vivam com fé. Eles estão nos implorando para ensiná-los a respeito de Jesus", disse Elgut.

O cristianismo também está atraindo os chineses da Geração Y, nascidos entre a década de 1980 e 1990. Muitos deles acreditam que a Bíblia não é apenas um livro, mas um modo de vida que os leva a viver de forma pura e alegre, disseram dois cristãos convertidos à CBN News.

"Antes de frequentar a escola, eu sabia pouco sobre Jesus. Quando eu comecei a frequentar aulas, eu aprendi muito sobre Deus e o amor por seus filhos", disse Cristal Lu. "Meus pais, que são cristãos, estão extremamente felizes por ver que o Senhor me apresentou uma maneira de conhecê-Lo. Toda a minha família é cristã hoje."

Wang Zhao Yuan, um outro cristão convertido, disse que os valores bíblicos ensinados nas escolas cristãs também tocaram seu coração. "Eu sempre gostei de conversar cara-a-cara com o professor. Quando [ele] orou por mim, eu me senti muito melhor. Meu coração não se sentia mais tão pesado", disse Wang.

veja também