Estado Islâmico degola quatro jovens homossexuais e convoca vizinhança para assistir

Os jovens executados tinham entre 20 e 30 anos de idade

fonte: Guiame, com informações da Agência Brasil

Atualizado: Terça-feira, 10 Março de 2015 as 9:28

Jihadistas do Estado Islâmico
Jihadistas do Estado Islâmico

Nesta segunda-feira (9), mais uma barbárie foi cometida pelo Estado Islâmico. Em Mosul, no Iraque, jihadistas degolaram quatro jovens acusados de ser homossexuais.

Mohamed Fares, funcionário da administração local, disse que os habitantes do bairo Al Rashidia foram convocados pelo jihadistas para assistir à execução dos rapazez. Os jovens tinham idades entre 20 e 30 anos.

No mundo islâmico a homossexualidade é proibida. Em alguns países, é considerada um delito para prisão e em outros é aplicado pena de morte aos acusados.

Os quatro homens foram executados por integrantes do movimento que, ao mesmo tempo, rezavam e gritavam "Allahu Akbar" ('Deus é grande'). Isso fez com que os presentes abandonassem imediatamente o local.


.

veja também