"Estou em oração pela minha nação", diz Carlos Bezerra Jr. sobre protestos deste dia 15‏

Em uma postagem na sua página oficial do Facebook, Bezerra Jr. também afirmou ter esperanças de que o manifesto vá além de uma simples "passeata aparelhada".

fonte: Guiame

Atualizado: Sexta-feira, 13 Março de 2015 as 3:47

No próximo domingo (15), manifestantes sairão às ruas de todo o Brasil, em ato de protesto contra a atual situação política do país.
No próximo domingo (15), manifestantes sairão às ruas de todo o Brasil, em ato de protesto contra a atual situação política do país.

As manifestações que estão sendo organizadas para acontecerem em todo o Brasil no próximo domingo (15), estão movimentando as mídias sociais nos últimos dias. Exemplo disto é que na tarde desta sexta-feira, o deputado estadual Carlos Alberto Bezerra Jr. (PSDB-SP) comentou a iniciativa e afirmou que irá às ruas.

Em uma postagem na sua página oficial do Facebook, o parlamentar destacou que tem esperanças que o manifesto seja mais que uma simples "passeata aparelhada", que leva qualquer bandeira partidária.

"Qual meu lado nas manifestações previstas pra domingo agora? O único: o do povo. Tenho esperança de que esse 15 de março nos reserve algo mais do que antitucanismo ou antipetismo, e, se for assim, será um avanço e tanto", destacou.

O deputado também lembrou que a atual situação do país exige, mais do que nunca, soluções e posicionamentos claros.

"O momento do país pede posições claras. E eu repudio a corrupção endêmica que temos visto. Acho intolerável a altíssima carga de impostos e discordo da gestão econômica. Junto com isso, não posso me calar diante de uma agenda política de projetos e opiniões que barateia valores como a vida e família, a igualdade e a justiça", afirmou.

Finalizado, Bezerra Jr. ainda frisou que a manifestação deve manter seu caráter firme, porém pacífico e sóbrio.

"Não, não é hora de ódio. É hora de consciência política. Estou em oração pela minha nação, mas tenho clareza de que se aquilo em que creio não se transformar em ação acabará se tornando em omissão. A voz das ruas está pedindo por mudança e a minha estará sempre junto dela", salientou.

 

 

 

veja também