Ex-traficante se rende a Cristo e volta às ruas para evangelizar criminosos

David usava as ruas para atuar como traficante de drogas. Hoje, ele usa as ruas para levar a Palavra de Deus.

fonte: Guiame, com informações de Christian Today

Atualizado: Terça-feira, 14 Março de 2017 as 10:35

Membros da igreja de David Washington andam e oram nas ruas de Chicago. (Foto: Kingdom Covenant Church)
Membros da igreja de David Washington andam e oram nas ruas de Chicago. (Foto: Kingdom Covenant Church)

David Washington usava as ruas para atuar como um traficante de drogas. Hoje, ele usa as ruas para levar a Palavra de Deus.

Com apenas 12 anos de idade, Washington se juntou a uma das maiores gangues de rua no sul de Chicago, em Illinois, nos Estados Unidos. Ele já se tornou um traficante de drogas na adolescência e, anos mais tarde, líder da gangue.

Ele lembra que sua família era “mais frequentadora da igreja do que praticantes da fé”, sem oferecer a ele um bom modelo cristão. No entanto, depois do envolvimento de Washington com o crime, seus pais passaram a frequentar a igreja para buscar a salvação do filho.

Aos 19 anos, Washington gastava mais de 100 dólares por dia para sustentar sua dependência de drogas. Ele também foi alvo de gangues rivais e enfrentou uma sentença de 15 anos por roubo a mão armada e uso ilícito de armas.

Um dia antes de ser julgado no tribunal, a gangue de Washington fez uma festa. "Era uma festa de despedida", disse ele ao site americano The Gospel Coalition.

Enquanto olhava para as pessoas, Washington se deparou com a verdade de Deus. "Eu estava olhando para as pessoas que eu pensava que eram meus irmãos e Deus me revelou que esta festa não era para mim, e que nenhum deles realmente se preocupava comigo", disse ele. "Eu vi alguns caras tentando ficar com minha namorada".

Verdade libertadora

Washington saiu da festa, foi para casa e percebeu o quanto desperdiçou sua vida. Sem ter nada a perder, ele negociou com Deus: "Se Você estiver me ouvindo, saiba que eu tentei tudo o que eu podia. É hora de Você tentar. Você é o único que pode me tirar dessa. Se Você existe e puder me tirar dessa situação, eu vou ler a minha Bíblia e farei o que ela diz”.


David Washington usa as ruas para levar a Palavra de Deus. (Foto: Kingdom Covenant Church)

No dia seguinte, um milagre aconteceu. O agente da condicional, o oficial de justiça e a vítima (que é membro de uma gangue) não apareceram no tribunal. Por causa disto, o juiz diminuiu suas acusações para uso ilegal de armas e diminuiu sua penalidade por roubo simples à mão armada.

Ele foi condenado a um ano de prisão, seguido por dois anos de liberdade condicional e 200 horas de serviço comunitário. "Depois disso, eu estava convencido de que Deus era real. E uma vez convencido, não tinha como voltar atrás. Eu entreguei a Deus tudo o que eu tinha", disse Washington.

Dias de liberdade

Quando chegou em casa, o jovem recebeu o telefonema de um pastor da Igreja Batista Salem, perguntando se ele gostaria de ir a um retiro de homens. "Isso mudou minha vida", disse ele. Ele se aproximou do pastor Harvey Carey e prestou seu tempo de serviço comunitário na igreja.

Washington nunca mais voltou a usar drogas, mas voltou para as gangues com uma nova intenção — apresentar a palavra de Deus. "Eu procurei as mesmas pessoas que eu costumava cometer crimes e dizia: 'Entreguei a minha vida a Cristo. Ele é real. Eu estou implorando para você sair disso’”, ele lembra. "Eu me tornei um pregador mesmo, ao ponto de os caras me verem descendo a rua e irem embora antes de eu chegar”.

Mas nem todo mundo correu. Alguns de seus amigos abandonaram a quadrilha e, juntos, formaram um grupo de rap que evangeliza com suas letras as comunidades dos EUA.

Washington passou os próximos 15 anos de sua vida em Salem, evangelizando nas prisões e atuando no grupo de jovens. Depois de se formar no seminário teológico North Park, ele passou a atuar como pastor de uma igreja filiada à Oakdale Covenant Church, uma das maiores congregações afro-americanas do país.

veja também