Famosas marcas, fundadas por cristãos, pregam o Evangelho em seus produtos

Algumas marcas carregam uma missão que vai além de entregar um bom produto: honrar a Deus e pregar o Evangelho aos consumidores.

fonte: Guiame, com informações de Business Insider

Atualizado: Sexta-feira, 10 Julho de 2015 as 2:33

Na sacola amarela da Forever 21 é impresso o texto "John 3:16", em inglês, que significa João 3:16.
Na sacola amarela da Forever 21 é impresso o texto "John 3:16", em inglês, que significa João 3:16.

 

Grandes empresas são conhecidas por seus produtos ou serviços, e veneradas pela sua qualidade e valor de marca. Algumas delas carregam uma missão que vai além de entregar uma boa mercadoria: honrar a Deus e pregar o Evangelho aos consumidores.
 
A essência cristã em muitas dessas marcas é fruto da fé de seus fundadores, que repassam sua devoção a Deus em todas as linhas de negócios. Na loja de roupas Forever 21, os consumidores podem encontrar peças modernas e conceituais em preços populares – algo que seus fundadores, a família Chang, fazem questão. 

Depois das compras feitas, as roupas são colocadas em uma sacola amarela, que tem impresso o texto "John 3:16", em inglês, que significa João 3:16 ("Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna").
 
A referência bíblica é a mais óbvia referência a fé cristã promovida pelos proprietários. Don e Jin Chang vão à igreja diariamente, ofertam generosamente, e participam de viagens missionárias durante as férias.
 
De acordo com a fundadora, "Deus nos disse que deveríamos abrir uma loja e seríamos bem-sucedidos". Além das sacolas, a loja já lançou diversas linhas de roupas com temas cristãos: faith 21 (Fé 21) foi voltada ao tamanho plus-size; além da série de camisetas com estampas como "Jesus ♥ You" e "Santo".

Rowena Rodriguez, que era estilista da Forever 21, relatou: "No curto tempo que eu trabalhei com a Sra. Chang, minha vida foi transformada, e eu aceitei Jesus Cristo como meu Senhor e Salvador", segundo informa o Christianity Today.
 
Além desta, outras marcas conhecidas mundialmente têm em seus princípios corporativas os princípios da Bíblia. Conheça algumas delas:
 
Mary Kay
 
Em uma entrevista em 1997, Mary Kay Ash, fundadora da gigante marca de cosméticos que leva seu nome, atribuiu o sucesso de sua empresa por sua escolha de "tomar a Deus como nosso parceiro." 
 
Ela expôs sobre esses pontos de vista em sua biografia, "Mary Kay: Você pode ter tudo". No livro, ela declarou: "Deus tem nos abençoado, porque a nossa motivação é correta. Ele sabe que eu quero que as mulheres sejam as mais belas criaturas que Ele criou.''

Academia Curves
 
Academias, no geral, são conhecidas por serem ambiente com um número muito maior de homens. Junto com sua esposa, Gary Heavin, criou o conceito de exercícios físicos em circuitos funcionais – só que específicos para mulheres.
 
O casal Heavin é cristão, tem sido atuantes em causas sociais como práticas anti-aborto.
 
George Foreman Cooking
 
Depois de deixar para trás uma carreira de boxe bem sucedida, George Foreman ganhou fama vendendo uma linha de grill com baixo teor de gordura.
 
Foreman afirmou que seu próprio despertar religioso e sua integridade pessoal orientam suas decisões de negócios. A exemplo disso, ele não investe em produtos ou vendedores que promovam o consumo de álcool. 

Timberland
 
Jeff Swartz, fundador da marca conhecida pelos calçados, é bem conhecido por seu compromisso com a responsabilidade social. 
 
Um caso conhecido foi quando Swartz cortou laços com uma fábrica chinesa que tem violado os direitos humanos em sua linha de produção. Swartz esclareceu que foi motivado pela sua fé judaica.
 
"Eu não posso mostrar o que as Escrituras dizem a respeito dos direitos de um trabalhador, mas posso mostrar um texto que nos insiste em tratar os outros com dignidade", disse ele. "A Bíblia diz que você deve amar o seu próximo como a si mesmo, e reafirma dezenas de vezes que você deve tratar o estrangeiro com dignidade."

Alaska Air
 
Ao voar a bordo de um avião da Alaska Air, é provável que você receba algumas passagens da Bíblia, junto ao seu almoço durante o voo. Cada bandeja de café vem com um bloco de notas, tendo impresso uma passagem do Antigo Testamento – uma antiga tradição da empresa.
 
Patrick Smith, colunista de um jornal americano, não gostou da mensagem e notificou a empresa. Esta foi a resposta que recebeu: "As mensagem são baseadas em crenças judaico-cristãs e são compartilhadas como um gesto de agradecimento, refletindo as crenças de fundação deste país [EUA], assim como está exposto na Declaração de Independência, no Discurso de Gettysburg, e em cada dólar que você encontrar. A Alaska Airlines é uma companhia aérea internacional, com clientes muitos diversos, e não temos nenhuma intenção de ofender ninguém ou suas crenças. A esmagadora maioria dos nossos clientes têm apreciado o gesto, e aqueles que não o fazem não são obrigados a ler".

veja também