Grupo ateu luta para remover Bíblias nos quartos de hotel

Os Gideões Internacionais, que distribuem Bíblias ao redor do mundo, têm enfrentado desafios ao distribuir as Escrituras Sagradas em locais públicos, como escolas.

fonte: Guiame, com informações de The Christian Post

Atualizado: Segunda-feira, 16 Novembro de 2015 as 11:43

Grupo ateu luta para remover Bíblias nos quartos de hotel. (Foto: Reprodução/ Philly Voice)
Grupo ateu luta para remover Bíblias nos quartos de hotel. (Foto: Reprodução/ Philly Voice)

Uma organização pró-ateísmo está chamando a atenção das autoridades norte-americanas para a remoção de Bíblias fornecidas pelos Gideões de locais de acesso público.

A batalha da Freedom From Religion (Liberdade de Religião, em tradução livre) começou quando a presidente do grupo Annie Laurie Gaylor e seu marido, Dan Barker, se hospedaram no Hotel Holmes Student Center, em Illinois, e descobriram uma Bíblia de Gideão em seu quarto.

Por outro lado, o Centro Americano para Lei e Justiça ressaltou que a presença da Bíblia no quarto não obriga nenhum hóspede a iniciar uma leitura, e que o livro sagrado está ali apenas como uma opção de literatura. 

"Incrivelmente, eles alegaram ser 'proselitismo' colocar as Bíblias na privacidade de seus próprios quartos. Quem diria que a mera presença de uma Bíblia fechada seria qualificada como proselitismo", disse Jay Sekulow, chefe de conselho do Centro Americano para Lei e Justiça.

A organização ateísta tem reunido esforços para se concentrar na remoção de Bíblias de locais públicos, a fim de garantir a separação entre Igreja e Estado.

"Certamente, se os clientes querem ler o texto religioso durante a sua estadia, eles podem trazer a sua própria cópia ou acessar qualquer uma das inúmeras igrejas ou bibliotecas próximas", disse Ryan D. Jayne, representante legal da Freedom From Religion.

"A Bíblia pede para 'matar' os não-crentes, apóstatas, gays, filhos obstinados, e as mulheres que transgridem padrões bíblicos. O que é desagradável em um hotel privado, no entanto, se torna impróprio e inconstitucional em alojamentos estatais", argumentou Annie Laurie.

No entanto, o Centro Americano lembrou ao Freedom que o Supremo Tribunal de Justiça declarou que "os adultos devem ser capazes de suportar os 'discursos que acharem desagradáveis', sem que a Cláusula de Estabelecimento seja violada ao experimentarem um sentimento de afronta a partir da expressão de pontos de vista religiosos contrários'".

Política

Os Gideões Internacionais, que distribuem Bíblias ao redor do mundo, têm enfrentado desafios ao distribuir as Escrituras Sagradas em escolas públicas.

No entanto, o grupo garante que sempre respeita as direções estabelecidas pelas instituições. 

"Do nosso ponto de vista, o trabalho que fazemos acontece através da diretoria da escola e seguimos qualquer direção que eles nos dão. Essa é a nossa prática padrão", disse Jeff Pack, diretor de comunicação dos Gideões.

veja também