Igrejas messiânicas crescem em Israel, e o desinteresse de cristãos também”, diz judeu

“Quando os pastores cristãos vêm a Israel, não estão indo para seus irmãos na fé para partir o pão e abençoá-los, e achamos que isso é errado”, disse Daniel Calic.

fonte: Guiame, com informações de Charisma News

Atualizado: Sexta-feira, 6 Março de 2015 as 10:13

Com cerca de 175 igrejas messiânicas agora presentes, as Boas Novas de Jesus Cristo tem sido pregadas em Israel.
Com cerca de 175 igrejas messiânicas agora presentes, as Boas Novas de Jesus Cristo tem sido pregadas em Israel.

 

Com cerca de 175 igrejas messiânicas agora presentes, as Boas Novas de Jesus Cristo tem sido pregadas em Israel com um fervor nunca antes visto. Porém, a realidade ainda é dura – os judeus messiânicos são apenas 15 mil, ou seja, 0,19%, da população israelense.

Esses números não significam que o impacto dos judeus messiânicos em Israel é insignificante. Muito pelo contrário, de acordo com o casal Daniel e D'vorah Calic, cristãos israelenses. Os Calics foram chamados por Deus para levantar uma rede de televisão chamada “Rede Abençoe Israel”, dedicada a igrejas de todo o mundo. O objetivo é informar os cristãos em todo o mundo sobre o trabalho com os messiânicos em Israel. O casal espera que a programação toque os corações e tragam apoio para as igrejas em Israel.  

Há cerca de 10 anos, os judeus messiânicos foram rejeitados pela maioria da sociedade israelense. No entanto, aos poucos, eles estão começando a receber aceitação, de acordo com D'vorach Calic.

"Desde 1967 (quando aconteceu a Guerra dos Seis Dias e Jerusalém foi reunificada), acredito que a coisa mais importante que aconteceu em Israel foi o estabelecimento de 175 ou mais igrejas messiânicas", disse ela. "O Senhor está fazendo um grande trabalho.”

"Acreditamos que o número de judeus messiânicos em Israel poderia ser maior, mas há alguns que vieram do judaísmo ortodoxo tradicional e mantêm sua fé em segredo, porque temem serem expulsos de suas comunidades. A população israelense secular, no entanto, está mudando seu ponto de vista e percebendo o grande trabalho humanitário que os judeus messiânicos tem feito.”

"Como a palavra diz, se você abençoar Israel, haverá uma bênção recíproca que vai voltar para você", disse Calic. "Isso vai te ajudar a fazer algo que não foi feito. Poucas igrejas messiânicas em Israel têm recursos financeiros suficientes para que sua liderança seja capaz de viajar para fora de Israel e desenvolver relações com os cristãos. Cerca de 90% não têm os meios necessários”, conta D'vorach Calic.

"Neste momento, os messiânicos não tem uma voz como esta", disse Daniel Calic. "A questão é que, quando a grande maioria dos líderes cristãos vêm a Israel, eles vão diretamente para as organizações judaicas pré-crentes tradicionais – repare que eu disse que ‘pré-acreditam’, e não que não são salvos. Isso porque eles vão acreditar, e com nossas orações vai acontecer mais rápido –.” 

“Quando os pastores cristãos vêm, não estão indo para seus irmãos na fé para partir o pão e abençoá-los, e achamos que isso é errado. A Rede Abençoe Israel é projetada para dar a crentes judeus em Israel um local onde sua voz possa ser ouvida”, explicou Daniel Calic.

 

 

 

 

veja também