Imagem apelidada de 'Mão de Deus' é captada pelo telescópio da Nasa

Acredita-se que a "mão" seja parte dos restos mortais de uma estrela que explodiu no momento final de sua vida, ejetando uma enorme nuvem de seu material.

fonte: Guiame, com informações de Christian Today

Atualizado: Quarta-feira, 4 Novembro de 2015 as 1:21

Acredita-se que a "mão" seja parte dos restos mortais de uma estrela que explodiu no momento final de sua vida, ejetando uma enorme nuvem de seu material. (Foto: NY Daily Mail)
Acredita-se que a "mão" seja parte dos restos mortais de uma estrela que explodiu no momento final de sua vida, ejetando uma enorme nuvem de seu material. (Foto: NY Daily Mail)

Em nenhum lugar a grandiosidade de Deus é tão visível como na visão espetacular e majestosa do Universo. Há cerca de 17 mil anos-luz de distância da Terra — o equivalente a 161.500 trilhões de quilômetros —, a complexa expressão de Deus impressiona ainda mais.

A Nasa destinou o tecnológico telescópio espectroscópico nuclear, ou NuSTAR, a uma estrela de nêutrons chamada PSR B1509-58, esperando observar os restos de uma estrela que estaria morrendo.

No entanto, o telescópio encontrou mais do que isso. Ele mostrou uma visão espectral no formato de uma mão, que foi apelidada de "Mão de Deus".

Acredita-se que a "mão" seja parte dos restos mortais de uma estrela que explodiu no momento final de sua vida, ejetando uma enorme nuvem de seu material.

Explicação

De acordo com Fiona Harrison, do Instituto de Tecnologia da Califórnia, em Pasadena, estes restos giram a uma velocidade de 7 vezes por segundo, soprando um vento de partículas do material ejetado no processo de mortificação da estrela.

"Como essas partículas interagem com campos magnéticos nas proximidades, elas produzem um brilho de raios-x na forma de uma mão", explicou a estudiosa.

Em seu site, a Nasa explica que "as estrelas de nêutrons são criadas quando estrelas massivas ficam sem combustível e entram em colapso".

A agência espacial estimou que a "Mão de Deus", criada pelo pulsar da PSR B1509-58, tem apenas 1.700 anos de idade.

A Nasa teorizou que o poderoso movimento de rotação do pulsar é causado por seu intenso campo magnético, que é estimado em ser "15 trilhões de vezes mais forte do que o campo magnético da Terra".

A agência espacial disse que a "combinação entre a rotação rápida e o ultra-forte campo magnético faz da B1509 um dos mais poderosos geradores eletromagnéticos na galáxia."

Controvérsias

Para os cientistas, não é possível determinar se o material ejectado no universo realmente assume a forma de uma mão, ou se a interação entre o material e as partículas do pulsar causam o aparecimento de mão.

"Nós não sabemos se a forma da mão é uma ilusão de ótica", disse Hongjun An, da Universidade McGill, em Montreal.

Na entanto, nem mesmo a mais brilhante mente humana conseguia explicar uma visão tão incrível. "Esta imagem mostra que Deus está em toda parte do universo. Talvez Ele esteja mostrando sua mão há muitos anos-luz de distância para nos lembrar que Ele está sempre lá", disse o pastor Smote em seu blog.

veja também