Iraque inicia ofensiva para retomar áreas dominadas pelo Estado Islâmico

A batalha pela cidade de Tikrit é considerada um ensaio para a grande operação que será a luta para libertar Mosul

fonte: Guiame, com informações do Jornal Nacional

Atualizado: Terça-feira, 3 Março de 2015 as 8:58

Exército iraquiano e combatentes xiitas unidos
Exército iraquiano e combatentes xiitas unidos

Nesta segunda-feira, 2 de março, o Iraque deu início à uma operação contra o Estado Islâmico. O objetivo do país é reconquistas áreas que foram dominadas pelo grupo terrorista.

A retomada da cidade de Tikrit, por exemplo, já é a terceira tentativa, mas agora o exército conta com quase 30 mil combatentes. Milícias estão ao lado do exército iraquiano na ofensiva.

Embora a coalizão, formada por Estados Unidos e aliados, não participe diretamente dessa ação, o Pentágono mantém mais de 1,5 mil militares no Iraque treinando o exército local.

A cidade de Tikrit foi onde nasceu Saddam Hussein, ditador iraquiano morto em 2006. A maioria da população é da corrente sunita do islamismo. Os terroristas do Estado Islâmico, chefiados pelo iraquiano Abu Bakr al-Baghdadi, têm uma visão deturpada da religião, mas também se identificam como sunitas.

Na tentativa de reconquistar a confiança dos sunitas, o governo iraquiano, embora seja de maioria xiita, ofereceu perdão aos que apoiam os terroristas jihadistas.

Tikrit fica no caminho de Mosul, cidade também sob domínio do Estado Islâmico, onde terroristas destruíram o museu do Iraque nos últimos dias.

A batalha por Tikrit é considerada um ensaio para a grande operação que será a luta para libertar Mosul.


.

veja também