Mãe que deixou recém-nascido na manjedoura da igreja não será processada

A mulher está assegurada pela lei "Safe Haven" de Nova York, que permite que um pai deixe uma criança com menos de 30 dias com uma pessoa adequada ou em um local adequado.

fonte: Guiame, com informações de Reuters

Atualizado: Sexta-feira, 27 Novembro de 2015 as 10:05

O bebê foi encontrado envolto em toalhas com o cordão umbilical ainda quase 'inteiro'. (Foto: Facebook/ Bishop Octavio Cisneros)
O bebê foi encontrado envolto em toalhas com o cordão umbilical ainda quase 'inteiro'. (Foto: Facebook/ Bishop Octavio Cisneros)

A mãe que deixou seu filho recém-nascido na manjedoura de uma igreja em Nova York foi identificada, mas não vai enfrentar acusações criminais, anunciou um promotor norte-americano na quarta-feira (25).

O bebê foi encontrado envolto em toalhas com o cordão umbilical ainda quase 'inteiro', dentro da manjedoura que integra o presépio da Igreja 'Holy Child Jesus ('Santo Menino Jesus') na segunda-feira (23).

A mãe do bebê foi localizada pela polícia, mas não será processada por ter desistido da criança. O promotor do bairro de Queens, Richard Brown, explica que ela está assegurada pela lei "Safe Haven" de Nova York, que permite que um pai deixe uma criança com menos de 30 dias com uma pessoa adequada ou em um local adequado.

"Parece que a mãe, neste caso, sentiu que seu filho recém-nascido seria encontrado com segurança na igreja e decidiu colocar o bebê na manjedoura, porque era o lugar mais quente", acresentou Brown.

O padre Christopher Ryan Heanue, um dos sacerdotes na igreja, disse que ele e outros funcionários trocaram as tolhas do bebê por outras limpas, enquanto esperavam a chegada dos paramédicos.

"A coisa bonita é que esta mulher encontrou nesta igreja — que deve ser um lar para os necessitados — a casa para seu filho", disse Heanue, referindo-se à pessoa que teria deixado o bebê no local.

"Um jovem casal em nossa paróquia adoraria adotar essa criança e manter este presente de Deus em nossa comunidade. Isto seria um grande milagre de Natal", continuou o padre.

O bebê está em estado saudável e foi levado para um hospital de Queens para avaliação.

veja também