Músico foi libertado da homossexualidade após se entregar a Deus: “Ele restaurou tudo”

Donnie McClurkin, um dos principais cantores gospel dos EUA, reconhece que o abuso sexual que sofreu na infância influenciou seu antigo estilo de vida.

fonte: Guiame, com informações de God Reports

Atualizado: Terça-feira, 16 Maio de 2017 as 3:41

Donnie McClurkin é conhecido como um dos principais cantores gospel dos Estados Unidos. (Foto: Bet Networks)
Donnie McClurkin é conhecido como um dos principais cantores gospel dos Estados Unidos. (Foto: Bet Networks)

Conhecido como um dos principais cantores gospel dos Estados Unidos, Donnie McClurkin tem uma jornada de vitórias sobre a homossexualidade, abuso sexual e rejeição.

Nascido na Carolina do Sul, Donnie enfrentou sua primeira dificuldade aos 8 anos, quando ele estava correndo de seu irmão de 2 anos. Distraído, o garoto foi atropelado por um carro e morto.

Donnie foi culpado por sua mãe pela morte da criança e, desde então, passou a sofrer depressão. Sua família desmoronou e o garoto foi hospedado na casa de um tio, que o estuprou no mesmo ano.

“Isso transformou minha vida num inferno”, lembra Donnie. “Um menino de 8 anos não consegue lidar com isso. Coisas começam surgir em minha mente que não surgem em crianças normais de 8 anos, porque a Caixa de Pandora foi aberta e não dá para fechá-la depois disso”.

Aos 13 anos, ele foi estuprado pela segunda vez por um primo e a violência doméstica se tornou uma ocorrência regular. Suas irmãs mais velhas começaram a usar drogas e Donnie adquiriu hábitos afeminados, culpando o ambiente rodeado por mulheres.

Hoje, Donnie se classifica como um “ex-gay” devido a uma poderosa libertação de Deus. “Eu não nasci com tendências homossexuais. Não era cromossômico e não tinha nada a ver com o meu DNA. Essas tendências surgiram porque um homem empurrou um garoto de 8 anos para este redemoinho”, disse ele em 2001.

“Meu primeiro relacionamento sexual foi com um homem. Antes que eu pudesse saber o propósito ou o prazer de uma mulher, antes de ter meu primeiro encontro ou dar meu primeiro beijo, a ferida foi infligida e a semente foi plantada”, acrescentou.

Desde que se libertou do homossexualidade, Donnie tem encorajado as pessoas que lutam  contra isso a buscarem libertação e o perdão de Deus. “Alguns podem se sentir ofendidos com algumas declarações feitas sobre a homossexualidade. Eu entendo. Alguns não têm vontade de mudar esse estilo de vida, mas há inúmeras pessoas que não estão felizes e querem ser libertadas”.

O cantor acredita que muitas pessoas foram levadas a homossexualidade por negligências e abusos na infância. “Eu passei por isso e experimentei o poder de Deus para mudar meu estilo de vida. Eu acreditava que eu estava destinado a ser um homem completo, feito para uma mulher, e Deus restaurou tudo. Eu me entreguei e sei que Deus pode libertar os outros também”, disse ele.

veja também