Ordenação de mulheres ao pastorado na Adventista do Sétimo Dia não é aprovada

Decisão foi através de votação dos delegados na Assembleia Mundial de denominação

fonte: Guiame, com informações de adventistas.org e revistaadventista.com.br

Atualizado: Sexta-feira, 10 Julho de 2015 as 2:08

Mulher cristã
Mulher cristã

Com 977 votos a favor e 1.381 votos contra, a ordenação de mulheres ao ministério pastoral na Igreja Adventista do Sétimo Dia não foi autorizado.

A decisão foi mediante os votos dos delegados presentes na Assembleia Mundial da denominação, em San Antonio, Estados Unidos.

Ted Wilson, presidente mundial da Adventista do Sétimo dia, pediu que os delegados se manifestassem sobre o assunto em oração. O tema é debatido nas reuniões oficiais da igreja desde 1995.

O resultado pela não-ordenação de mulheres repercutiu e foi abordado pelo jornal americano The Washington Post.

Garrett Caldwell, porta-voz da Adventista, foi entrevistado pelo periódico e buscou contextualizar o debate sobre o assunto e afirmou não ser possível ainda prever os desdobramentos da decisão.

 

veja também