Os ataques terroristas são sinais do fim dos tempos, diz pastor

O pastor Phil Hotsenpiller acredita que estratégias militares para pôr fim à atividade terrorista não irão funcionar, pois o problema é de natureza espiritual.

fonte: Guiame, com informações de Gospel Herald

Atualizado: Quinta-feira, 8 Junho de 2017 as 3:59

Homem em frente aos escombros de uma das torres do World Trade Center, nos EUA. (Foto: Doug Kanter/AFP/Getty Images)
Homem em frente aos escombros de uma das torres do World Trade Center, nos EUA. (Foto: Doug Kanter/AFP/Getty Images)

Os aumento de ataques terroristas em diferentes partes do mundo apontam para o retorno de Jesus Cristo na terra, de acordo com o pastor e escritor Phil Hotsenpiller.

Estudioso das profecias do fim dos tempos, o pastor Phil explica que um dos indicadores que marcam o fim dos tempos é a manifestação do “espírito de ilegalidade”.

“A ilegalidade significa mais do que quebrar a lei. É um espírito que começou com Lúcifer antes da criação do homem e veio se mantendo através da narrativa bíblica e histórica, culminando em Apocalipse 18”, disse Phil, de acordo com o site CBN News.

Phil também afirma que os ataques terroristas não acontecem em locais aleatórios — espíritos territoriais têm ligação com os atos de terrorismo que aconteceram no passado.

“Observando o histórico de Manchester, por exemplo, em 1996, o Exército Republicano Irlandês detonou uma grande bomba no centro da cidade, a 400 metros de distância do show da Ariana Grande”, avalia o pastor.

Eventos como este mostram a “natureza repetitiva de atos terroristas nos mesmos lugares”, já que os espíritos territoriais ficam nestes lugares e “replicam o seu terrorismo” no momento certo, explica.

Para resolver estes problemas, Phil afirma que a igreja precisa examinar a causa raiz: a batalha que se passa no mundo espiritual. “Muito do caos que acontece no mundo hoje são causados pelas forças demoníacas que se manifestam no mundo físico”, disse ele.

Chaves espirituais

Ele acredita que estratégias militares para pôr fim à atividade terrorista não irão funcionar, pois o problema é de natureza espiritual. “Jesus deu autoridade a seus seguidores sobre os espíritos malignos (Lucas 9:1,10:17)”, disse ele ao Charisma News. “A igreja foi chamada para amarrar o homem forte em todas as nações, estados, cidades e bairros”.

O pastor explica que essa foi a finalidade de Jesus quando disse que daria as chaves do Reino dos céus a seus discípulos. “É interessante que Jesus se referiu às chaves. O número exato de chaves não é indicado, mas a forma plural sugere que existem várias portas no Reino”, disse ele. “Quando eu estava orando e pedindo uma revelação sobre isso, Deus me mostrou que há um número ilimitado de chaves disponíveis”.

Phil acrescentou que os cristãos podem superar o espírito de ilegalidade buscando um maior acesso ao poder e autoridade de Jesus. “Temos o maior poder do mundo. Temos a maior garantia no mundo, mas de alguma forma nós não a usamos porque achamos que temos para apaziguar todo o mundo”, afirmou.

Ele ainda advertiu que se os cristãos não fizerem nada para parar o mal no mundo, o ataque de Manchester vai se tornar o “novo normal”.

veja também