"Os cristãos estão sofrendo muito por causa do islamismo radical", diz o primeiro-ministro de Israel

Falando em uma mensagem de vídeo ao Fórum Israelense de Recrutamento de Cristãos, Netanyahu reconheceu que os cristãos estão sendo perseguidos e mortos por radicais no Oriente Médio e também afirmou que Israel é a única nação do Oriente Médio que tem ajudado os cristãos perseguidos.

fonte: Guiame, com informações do Christian Head Lines

Atualizado: Terça-feira, 22 Dezembro de 2015 as 12:22

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu disse que Israel é o único país do Médio Oriente que tem realmente ajudado os cristãos diante da violência praticada por grupos radicais islâmicos.
 
Falando em uma mensagem de vídeo ao Fórum Israelense de Recrutamento de Cristãos, Netanyahu reconheceu que os cristãos estão sendo perseguidos e mortos por radicais no Oriente Médio.
 
"Você sabe muito bem que a nossa região está em chamas e os cristãos no Iraque, na Síria e, infelizmente, sob a Autoridade Palestina, estão sofrendo muito por causa do islamismo radical. Essas comunidades são perseguidas e, infelizmente, muitas pessoas perderam suas vidas por não terem negado sua fé", disse Netanyahu.
 
"O islamismo não vê qualquer diferença entre cristãos, judeus e muçulmanos que rejeitam seu extremismo. Para eles, todos estes são os infiéis que devem ser mortos. Por isso agora, mais do que nunca, está claro que é o único Estado do Oriente Médio que protege as minorias, onde os cristãos vivem em paz e onde a sua comunidade está crescendo é o Estado de Israel", disse ele.
 
Netanyahu colocou um bloqueio na região, o que restringe o fluxo de mercadorias.
 
Enquanto isso, a comunidade cristã em Gaza caiu a uma taxa de 5% ao ano.

Recentemente, a declaração de rabinos ortodoxos surpreendeu muitos cristãos, quando estes líderes israelenses afirmaram que o cristianismo é parte dos planos de Deus.

 

veja também