Pai de Cristiano Araújo lamenta morte do filho: "Será que Deus existe?"; assista

O apresentador Cesar filho comentou o desabafo de João Araújo, afirmando que entende o sentimento de luto desse pai: "Eu tenho certeza que esse Deus que hoje o senhor coloca em dúvida, vai trazer conforto para o seu coração. Pode ter certeza."

fonte: Guiame, com informações de R7 e Globo

Atualizado: Quinta-feira, 25 Junho de 2015 as 4:52

O carro em que o cantor viajava após se apresentar em Itumbiara, a 200 km de Goiânia, capotou.
O carro em que o cantor viajava após se apresentar em Itumbiara, a 200 km de Goiânia, capotou.

 

A morte do sertanejo Cristiano Araújo repercutiu quase que instantaneamente na imprensa, e chocou a família do cantor. Na madrugada desta quarta-feira (24), o carro em que o cantor viajava após se apresentar em Itumbiara, a 200 km de Goiânia, capotou. Ele chegou a ser hospitalizado em estado grave, mas não resistiu aos ferimentos. Sua namorada, Allana de Moraes, de 19 anos, morreu no local. O segurança que dirigia o veículo e o empresário do sertanejo tiveram apenas ferimentos leves.

Em primeira declaração à imprensa, o pai do cantor lamentou a morte do filho questionando sua fé. "É uma tristeza muito grande. Será que Deus existe? Todos os dias faço uma oração pedindo que Deus acompanhe ele nas viagens. Entro no carro ou no avião e faço uma oração. Como eu não estava com ele ontem... Será que Deus existe?", disse João Reis de Araújo.

Cesar filho, um dos apresentadores do programa Hoje em Dia, da TV Record, comentou o desabafo de João, afirmando que entende o sentimento de luto desse pai. "Quem já perdeu um filho compreende o que disse o pai do Cristiano. É muito difícil, tem gente que não se conforma em hipótese nenhuma, principalmente da maneira como tudo aconteceu", disse o apresentador.

"Sabe por que eu digo que entendo? Porque a pessoa está completamente anestesiada ainda, como dizem, 'a ficha ainda não caiu'. É absolutamente normal", explica.

Cesar lembrou do momento em que seu irmão faleceu, após meses de internação. Segundo o apresentador, sua mãe não aceitou a perda, e chegou a questionar sua fé em Deus, assim como o pai de Cristiano. "Depois que meu irmão faleceu, minha mãe dizia para mim essa mesma frase.  Ela chegou a duvidar de Deus: 'Será que Deus ia fazer isso comigo? Será que eu mereço esse castigo?'", relatou.

"É absolutamente normal, mas depois isso vai passar. Tenho certeza que através das orações o pai dele vai entender melhor. Lamentavelmente, são os mistérios da vida que a gente não entende, mas a fé é maior do que tudo isso", disse o apresentador.

Voltando sua mensagem ao pai de Cristiano, Cesar aconselha: "Eu tenho certeza que esse Deus que hoje o senhor coloca em dúvida, vai trazer conforto para o seu coração. Pode ter certeza."

Fé em meio ao luto

Por outro lado, Miriam Moraes, mãe de Allana, se apegou ainda mais a sua fé para ser fortalecida em meio a perda da filha.

"A mensagem que quero deixar é: a vida da gente é uma passagem. A fé é tudo nesses momentos. Todo mundo tem que ter Deus. Se você não crê, não confia, não faz sentido a vida. Tenho a certeza que ela está bem, está ao lado do meu filho. Hoje falta Deus na vida das pessoas. Eu tenho certeza que Allana está bem, ela está junto do irmão. Não está sofrendo. Nós que ficamos é que sofremos", disse Miriam à TV  Globo.

Há quatro anos, Miriam havia perdido seu filho, Tales, de leucemia. "Eu amadureci espiritualmente com a morte dele. Meu marido é mais sentimental e minha outra filha, Gabriela, é mais tímida e introspectiva. O que aconteceu com a minha filha parece surreal. É uma dor, um sentimento estranho de explicar. Foge a capacidade humana", disse.

Assista:

veja também