Passageiro é detido após correr e gritar ‘jihad’ rumo a cabine do piloto nos Estados Unidos

Depois disso, o avião foi forçado a voltar ao aeroporto de Washington.

fonte: Guiame, com informações de O Globo

Atualizado: Terça-feira, 17 Março de 2015 as 7:57

Durante voo de Washington a Denver, em um avião da United Airlines, um homem que estava entre os 33 passageiros começou a correr pelo corredor e gritar “jihad”.
Durante voo de Washington a Denver, em um avião da United Airlines, um homem que estava entre os 33 passageiros começou a correr pelo corredor e gritar “jihad”.
 
Durante voo de Washington a Denver, em um avião da United Airlines, um homem que estava entre os 33 passageiros começou a correr pelo corredor e gritar “jihad”, em direção a cabine do piloto.

Depois disso, o avião foi forçado a voltar ao aeroporto de Washington. O homem foi imobilizado por passageiros e comissários de bordo, e foi expulso do voo, detido e interrogado pela polícia. O passageiro ainda foi levado para uma avaliação psiquiátrica.

Segundo passageiros, o homem se levantou pouco após a decolagem. O capitão da aeronave teve que declarar emergência e relatou à torre de comando que o homem foi imobilizado. Ele ficou com um leve ferimento no rosto.

Em um vídeo, é exibido o homem sendo segurado e amarrado com fitas pelos passageiros, enquanto pedia desculpas. Ele chega a dizer que há jihadistas no local. Quando a polícia chega, ele começa a gritar desesperado.
Apesar do temor pela segurança, não foi constatada nenhuma ameaça no voo.

Assista:
 
 
 
 

veja também