Pastor salva menino de incêndio e o reencontra após acidente

Apavorado, o menino pulou de uma altura de 12 metros e o pastor o segurou embaixo. "Vai ficar marcado na minha vida, e na dele também, de ter sido salvo. Quando vi os gritos dele não pensei duas vezes em salvar", relembra Antônio.

fonte: Guiame, com informações de G1

Atualizado: Segunda-feira, 20 Julho de 2015 as 11:03

Reencontro entre os dois aconteceu neste sábado (18), em Macapá. (Foto: John Pacheco/G1)
Reencontro entre os dois aconteceu neste sábado (18), em Macapá. (Foto: John Pacheco/G1)

 

Um abraço marcou o reencontro entre um garoto de 8 anos e o pastor, que salvou sua vida durante um incêndio que aconteceu no apartamento onde mora, em Macapá (AP).

Victor Queiroz, estava sozinho no quarto andar de um dos blocos do conjunto habitacional Mucajá,  na quinta-feira (16), quando teve os cômodos consumidos pelas chamas. O pastor Antônio Tomaz estava em uma programação de férias da igreja próxima ao edifício quando viu o incêndio e correu para ajudar.

Apavorado, o menino pulou de uma altura de 12 metros e o pastor o segurou embaixo. "Vai ficar marcado na minha vida, e na dele também, de ter sido salvo. Quando vi os gritos dele não pensei duas vezes em salvar. Tentei entrar pela porta, mas o fogo era muito forte. Daí tive a ideia de tentar segurar e ver se ele pulava", relembra Antônio. Milagrosamente, nenhum dos dois se feriu.

Os dois se viram pela primeira vez após o ocorrido na manhã deste sábado (18). Ainda tímido, o menino falou poucas palavras para o homem que o salvou. "Ele agradeceu muito", disse Antônio. A história do salto ainda é contada por ele para as crianças do conjunto, mas com um reforço de Victor, dizendo que só vai morar agora no primeiro andar.

O Corpo de Bombeiros ainda não determinou a causa do ocorrido. A mãe de Victor, que estava trabalhando no momento acredita em curto-circuito, lamentou o fato de ter deixado a criança sozinha no local, mas explicou que saiu de casa para o primeiro dia no emprego após meses desempregada. O pai e os irmãos de Victor também não estavam no apartamento.

veja também